sábado, 7 de dezembro de 2019

ZEREZES LANÇA COLEÇÃO DE ÓCULOS FEITA COM CANUDOS PLÁSTICOS


Trinta e cinco canudos retirados do meio ambiente viram um par de óculos. A Zerezes chegou a essa equação depois de se debruçar por quase dois anos sobre o projeto que tem como objetivo inspirar uma mudança de comportamento e ser catalisador do processo de discriminação dos plásticos descartáveis _ esses plásticos de uso único que levam dez gerações ou 400 anos para se decompor. Em parceria com a designer Juju Lattuca, nasceu a ideia da coleção que vai ser lançada pela marca carioca no próximo dia 6 de dezembro, uma série limitada de óculos cor de chiclete, tom das características listrinhas do terceiro item mais encontrado em limpezas de praia mundo afora.

Já proibidos em diversas cidades da União Europeia e da América Latina, os canudos são recolhidos por catadores e transformados em óculos usando uma tecnologia “open source” da Precious Plastic. A comunidade global instalada no Morro Dona Marta é responsável pela primeira parte do processo de transformação dos descartáveis no produto final.

“Sonhamos com um mundo onde o design e as empresas são geradores de impactos positivos, e há dois anos nos empenhamos para criar um novo produto que fosse regenerativo, circular. Hoje 90% das aves marinhas têm fragmentos de plástico no estômago e no ritmo que estamos, até 2050 existirão mais plásticos que peixes nos oceanos. O cenário é sim catastrófico”, reforça Hugo Galindo, diretor criativo da marca.

O projeto Canudos é a primeira de uma série de iniciativas da Zerezes na guerra contra os “single use plastics”. A marca, que começou sua história em 2011 no Rio de Janeiro fazendo óculos de madeira de demolição, pretende ressignificar outros produtos com a mesma matéria prima: plástico descartável, design e impacto positivo.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Legenda: JUJU LATTUCA + ZEREZES @ CENTRO (Divulgação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário