segunda-feira, 2 de março de 2020

‘KHALIL’, PRIMEIRO GIBI NACIONAL QUE FALA SOBRE O ISLAM, CHEGA À QUINTA EDIÇÃO


Para tornar mais eficiente sua missão de combater a islamofobia sem qualquer proselitismo, a Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, FAMBRAS, achou indispensável criar uma ação voltada às crianças e adolescentes. Seguindo esta ideia, nasceu, em agosto de 2018, “Khalil’, o primeiro gibi nacional que fala sobre o Islam - e que acaba de chegar à sua quinta edição ( para ler a última edição, basta acessar http://www.ebookfambras.org.br/khalil_005 ).

Khalil é um pré-adolescente brasileiro que adora jogar futebol e se divertir com os amigos do bairro. Descendente de árabes, o menino é muçulmano e segue o que sua religião professa com bastante alegria. No entanto, nem todos os amigos entendem o que é o Islam. Outros, nem tão amigos assim, não perdem a oportunidade de ofendê-lo nos momentos de conflito, fazendo o uso de termos islamofóbicos – o que deixa Khalil bastante chateado. Mas ele sempre encontra um jeitinho de mostrar o que é o verdadeiro Islam, deixando claro que o preconceito religioso é uma grande cilada e não tem espaço num país plural como o Brasil.

“O caminho que adotamos para combater estereótipos, preconceito e desinformação sobre o Islam é disseminar informações de qualidade”, explica Ali Zoghbi, vice-presidente da FAMBRAS. “E nada melhor do que utilizar a linguagem do gibi – tão popular e divertida – para abordar o assunto.

O Diretor de Comunicação da FAMBRAS, Carlos Dias, está à frente do projeto com sua equipe de comunicadores. Conta, ainda, com o talento do roteirista Romahs Mascarenhas, da ilustradora marroquina radicada no Brasil, Malika Dahil, e de Eunuquis Aguiar. “É a primeira vez que uma HQ aborda o Islam uma forma menos restrita. E o projeto é vitorioso: concluímos agora a 5ª edição do Khalil e já distribuímos mais de 50 mil exemplares em português, inglês e árabe”, comemora.

Para Dias, o sucesso do gibi “Khalil” está, principalmente, na mensagem que ele traz a cada edição. “Tolerância, respeito às diferenças e valorização do ser humano em todos os aspectos: algo que o mundo de hoje necessita tanto e que as crianças e pré-adolescentes, que são o futuro da nossa sociedade, podem nos ajudar a disseminar”.

5ª edição fala sobre a Revolta dos Malês

A quinta edição do gibi “Khalil” traz um tema bastante interessante: a Revolta dos Malês, um momento peculiar na história da escravidão do Brasil.

Foi uma rebelião organizada por escravos vindos da África, de maioria muçulmana, em Salvador, na Bahia. Aconteceu na madrugada de 25 de janeiro de 1835. Os malês, palavra que significa ‘muçulmanos’ na língua africana ioruba, queriam liberdade. Eles não podiam manter suas tradições e, principalmente, sua religião

Sobre a FAMBRAS

A Federação das Associações Muçulmanas do Brasil - FAMBRAS, foi criada há 40 anos. Atua nos âmbitos religioso, social, cultural, econômico e diplomático. Dentro destas esferas, desenvolve projetos que contemplam a divulgação do Islam e ações educacionais, culturais e assistenciais - tanto em benefício dos muçulmanos como das comunidades carentes do Brasil. Outras preocupações da FAMBRAS são ajudar a manter vivas as práticas do Islam e combater o preconceito aos muçulmanos por meio da informação.

O trabalho da Federação conta com o reconhecimento de renomadas instituições nacionais e internacionais. O apoio da FAMBRAS Halal - a primeira instituição certificadora Halal do Brasil, em operação desde 1979 – tem sido determinante para a concretização e ampliação dos projetos a cada ano. A certificadora é líder de mercado e realiza auditorias, abate, inspeção, supervisão de produtos e implantação do Sistema de Garantia Halal junto a indústrias e frigoríficos interessados em comercializar seus produtos especialmente para países árabes.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário