sexta-feira, 27 de março de 2020

WSL LATIN AMERICA LANÇA PRIMEIRA PRODUÇÃO LOCAL DO “SURF BREAKS” EM PORTUGUÊS


Em tempos de isolamento social devido à pandemia da Covid-19 e com os Circuitos Mundiais de Surfe Profissionais paralisados até o final de maio, a World Surf League (WSL) Latin America traz uma boa nova para os fãs do esporte. O Surf Breaks, boletim semanal da WSL com as últimas notícias do surfe, ganhou a sua versão em português, com conteúdo ágil, vibrante e muita informação. Trata-se da primeira produção de conteúdo local desse programa que vai ao ar sempre aos domingos, às 15 horas, nas plataformas da WSL Brasil, com apresentação de Bruno Bocayuva, especialista na história e cultura do surfe, e Manuela Caiado, jornalista, apresentadora de TV e influencer digital.

A WSL sempre investiu em conteúdos diferenciados do surfe nos seus canais de entretenimento, mas somente eram produzidos em inglês. A iniciativa em fazer uma versão especial do Surf Breaks para a torcida brasileira é de Felipe Marcondes, gerente geral de conteúdo e marketing da WSL Latin America. "Estou muito feliz em dar o primeiro passo na criação de conteúdos originais em português. Estamos tendo uma resposta muito positiva e vamos continuar buscando formas de criar esses conteúdos feitos no Brasil", afirma Marcondes.

O episódio de estreia já pode ser acessado nas mídias sociais (Instagram, Facebook e Twitter) da @wslbrasil (link https://www.instagram.com/p/B-C-rAylvHi/). Com notícias dos surfistas brasileiros e do surfe mundial, cada episódio tem até cinco minutos de duração. "Estou encarando essa oportunidade como algo muito especial na minha trajetória profissional. Entreter, informar, celebrar as conquistas dos brasileiros e criar cultura sobre o surfe é o que eu mais gosto de fazer e o Surf Breaks é uma grande plataforma para alcançar esses objetivos. Pro alto e avante!!!", diz o apresentador Bruno Bocayuva, que trabalha na cobertura do Circuito Mundial há muitos anos e está entusiasmado com o novo projeto da WSL Latin America.

“É maravilhoso poder contar a história do Brasil no surfe. Em 2014, quando fui sozinha cobrir o mundial em Pipeline, já acreditava que o nosso surfe tinha um potencial gigante e poder hoje ser apresentadora da WSL é muito mais do que a realização de um sonho. É unir o meu propósito de levar alegria e informação ao esporte que mais amo no mundo”, considera Manuela Caiado.

A produção e edição do Surf Breaks no Brasil é assinada por Max Kikoler, que acumula duas décadas de experiência em surfe. "São 20 anos trabalhando com Hard News e mais de 30 surfando. Entre uma edição e outra, estive sempre acompanhando as transmissões da WSL madrugada adentro e consumindo informações sobre o mundo do surfe. Fazer parte desse time é a realização de um sonho", ressalta Kikoler.

Sobre a World Surf League - A WSL tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia (EUA), atua em todo o globo terrestre com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão. Promove os melhores campeonatos desde 1976, realizando mais de 230 eventos globais masculinos e femininos por ano para definir os campeões mundiais do World Surf League Championship Tour, Big Wave Tour, Redbull Airborne, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, além do WSL Big Wave Awards. A Liga Mundial de Surfe tem especial atenção para a rica herança do esporte, enquanto incentiva a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis do esporte, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial. Os principais campeonatos são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo gratuito da WSL. A World Surf League é pioneira em streaming online para uma enorme legião de fãs apaixonados e interessados em ver grandes estrelas, como Kelly Slater, Stephanie Gilmore, John John Florence e muitos brasileiros, como Gabriel Medina, Adriano de Souza, Filipe Toledo, Ítalo Ferreira, Silvana Lima, Tatiana Weston-Webb, competindo em um dos esportes mais imprevisíveis e dinâmicos do mundo, onde a coragem é imprescindível.

Para mais informações, visite o site os sites da www.worldsurfleugue.com e www.wsllatinamerica.com

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário