quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

LINO MEIRELLES PARTICIPA DO FESTIVAL DE BRASÍLIA COM O DOCUMENTÁRIO CANDANGO: MEMÓRIAS DO FESTIVAL

 

O Brasiliense Lino Meireles, formado em cinema, apresenta seu primeiro longa no 53º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Realizado com recursos próprios, Candango: Memórias do Festival é um documentário que reúne depoimentos de cineastas, atores, organizadores, jornalistas e profissionais da arte e da fotografia para contar a história do evento criado em 1965 pelo crítico de cinema Paulo Emílio Sales Gomes.

As filmagens somaram 65 horas de entrevistas realizadas em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Recife. Ruy Guerra, Neville D’Almeida, Lúcia Murat, Helena Ignez, Vladimir Carvalho e Cacá Diegues, além de outros veteranos e nomes da nova geração de diretores e atrizes como Maeve Jinkins, José Eduardo Belmonte, Juliano Cazarré, Claudio Assis e Rodrigo Santoro falaram da importância do Festival para o cinema brasileiro e relataram experiências vividas em suas respectivas participações no Festival.

Candango: Memórias do Festival é um projeto de autoria de Lino Meireles que contempla um livro de mesmo título, lançado há três anos no 50º Festival, e um banco de dados com informações de todas as edições do evento. Lino Meireles espera que a história do Festival de Brasília continue sendo narrada por profissionais que se interessem pela memória cultural do país e considera que o vol. 1 do seu livro é apenas o início de um trabalho que deve ter prosseguimento.

Sinopse

Em 1965, um ano após o início da ditadura militar brasileira, um oásis de liberdade foi inaugurado na capital do país: o Festival de Cinema de Brasília, marco da resistência cultural e política. Este documentário conta a trajetória do evento a partir de relatos das pessoas que construíram a história do festival, entre elas a cineasta e atriz Helena Ignez, o diretor Ruy Guerra, o ator Rodrigo Santoro e o crítico Rubens Ewald Filho. O filme propõe o resgate da memória do que se passou em mais de 50 anos de celebração do cinema brasileiro pelas lembranças de mais de 50 entrevistados.

Ficha Técnica:

Candango: Memórias do Festival

Brasil, 2020, 119 min, cor & pb, documentário.
direção roteiro Lino Meireles
fotografia Petronio Neto, Rita Albano, Raphael Borghi, André Freitas, Lucas Bobst, Armando Fonseca, Josicarlos Santana, Henrique Lopes
montagem Umberto Martins, Bernardo Serpa
música Sascha Kratzer, Rafael Maklon
produtor Lino Meireles
produzido por Metropoles.com

Lino Meireles

Nascido em Brasília, Meireles é formado em cinema. Diretor e roteirista de curtas-metragens, finalizou em 2020 seu primeiro longa, o documentário Candango: Memórias do Festival.

Acesse:

Trailer: https://youtu.be/fEcSfYH1PH0

Site oficial: https://www.metropoles.com/materias-especiais/candango-memorias-do-festival

Facebook: https://www.facebook.com/candangomemoriasdofestival

Enciclopédia Digital | Festival de Brasília do Cinema Brasileiro: https://www.metropoles.com/fbcb

Fonte: Assessoria de Imprensa





Nenhum comentário:

Postar um comentário