sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

ESCOLA LANÇA CURSO QUE ENSINA A PROGRAMAR E JOGAR XADREZ APÓS SUCESSO DA SÉRIE "O GAMBITO DA RAINHA"

 

Com surgimento no século VI, na Índia, o Xadrez é um dos jogos mais antigos e populares do mundo e, embora as competições oficiais tenham se iniciado no século XIX, o enxadrismo só foi reconhecido como esporte pelo Comitê Olímpico Internacional em 2001. No Brasil, o jogo chegou no ano de 1.500 trazido pelos portugueses.

Seu grande auge, foi nos anos 90, depois do primeiro embate entre o grande mestre enxadrista Garry Kasparov e “Deep Blue” - o supercomputador da IBM. O Xadrez volta então a estar em evidência e ganhar os holofotes agora em 2021, com o sucesso da série “O Gambito da Rainha”, no qual a personagem Beth Harmon se torna a menina prodígio do jogo.

Toda estratégia e tática demandadas em um jogo de Xadrez faz com que a prática seja indicada não só para o entretenimento, mas também para o desenvolvimento cognitivo, lógico e criativo de pessoas de todas as idades. O jogo funciona, inclusive, como um excelente suporte pedagógico visto que se relaciona com diversas disciplinas. Em vista disso, a SuperGeeks, primeira escola de programação e robótica para crianças e adolescentes do país, lança um curso que ensina crianças e adolescentes a programarem e jogarem um jogo de Xadrez em um tabuleiro virtual.

“Uma vez que aprendem a jogar Xadrez, os alunos terão a possibilidade de desenvolver diversas habilidades como concentração, atenção, memória, planejamento e tomada de decisões, somadas à oportunidade do aprendizado da codificação do jogo”, explica Marco Giroto, fundador da SuperGeeks.

Xadrez é grande motivador para a educação

Segundo Giroto, as aplicações "Xadrez-matemática-programação” são muito amplas, e o jogo fornece uma reserva inesgotável de situações variadas de resolução de problemas. Por meio da aprendizagem fácil de sua programação, é possível desenvolver e aplicar competências significativas, tais como: introdução à análise combinatória e o cálculo de probabilidades; noções de estatística; melhoria das habilidades de programação e teoria dos jogos de estratégia. Além disso, a proposta de utilizar o Xadrez como ferramenta pedagógica é muito interessante, por ser uma atividade que requer concentração e tomada de decisões a todo instante e refere-se a uma das preocupações fundamentais do ensino moderno que é dar a possibilidade de cada aluno progredir segundo seu próprio ritmo.

Conheça os benefícios pedagógicos ao programar e jogar Xadrez

Programar e jogar Xadrez traz inúmeros benefícios pedagógicos e entre eles está o estímulo à memória. Isso porque muitos movimentos podem basear-se na experiência e no conhecimento de posições semelhantes utilizadas em outras partidas e a variedade de alternativas em cada jogada durante uma partida, ou seja, o jogo faz da memória um aliado muito importante do jogador.

Empatia também é outro benefício, levando em conta que existe outra pessoa a jogar – o adversário.  Sendo assim, a antecipação é muito trabalhada, bem como prever as jogadas que serão feitas e qual estratégia será seguida pelo adversário para que o jogador consiga responder adequadamente e assim ganhar a partida.

Durante uma partida, em cada jogada, o aluno enfrenta diferentes problemas para os quais deve definir e aplicar uma estratégia de solução, ou seja, ele deve resolver problemas. O Xadrez cria então a responsabilidade na tomada de decisões, o que permite desenvolver a rapidez e flexibilidade de raciocínio.

Lidar com o sentimento de perda, sucessos e derrotas também faz parte do jogo e, é claro, do desenvolvimento do ser humano. Isso não impede que seja mantido um ambiente de cordialidade nas partidas, o que contribui para que a derrota seja assimilada com mais facilidade por quem joga. 

Por trabalhar a concentração e o raciocínio, as partidas de Xadrez permitem também, mais especificamente, às pessoas em fase escolar, desenvolverem diversas habilidades e terem mais facilidade para lidar com os conteúdos em sala de aula, contribuindo para o aumento do rendimento escolar.

O Xadrez também exige mais do que seguir padrões de jogadas estudadas ou praticadas anteriormente, a criatividade e a imaginação são as aliadas perfeitas de uma estratégia que surpreenda o adversário.

Por fim, a importância e aceitação de regras também são habilidades desenvolvidas ao aprender a programar e jogar Xadrez. O respeito às regras do jogo deve existir entre os parceiros e seu descumprimento faz com que o jogador seja penalizado.

Outro fator a ser considerado é que o é desempenho do jogador é determinante para o sucesso numa partida, portanto não cabe ao jogador querer culpar outras pessoas pelos seus próprios erros.

“Além de todos os benefícios que o aluno desenvolve ao aprender a jogar e  programar Xadrez, o jogo é uma excelente opção de entretenimento para as férias da garotada. A prática regular dessa atividade forma pessoas mais despertas para aprendizagem, impactando positivamente no desempenho escolar”, finaliza o fundador da SuperGeeks.

O curso da SuperGeeks é destinado à crianças entre 10 e 16 anos de idade e conta com quatro módulos. O curso irá utilizar a metodologia ativa de ensino chamada Blended-Learning, onde o aluno se torna protagonista do próprio aprendizado e segue o curso dentro de seu próprio ritmo.

Para mais informações, acesse: https://2021.supergeeks.com.br/xadrez/

Sobre a SuperGeeks

Fundada em 2014, a SuperGeeks é a primeira escola de Programação e Robótica para crianças e adolescentes do Brasil. Com mais de 5 mil alunos matriculados, a rede atende crianças entre 05 e 17 anos que fazem cursos para aprender Ciência da Computação, a partir do desenvolvimento de games, do conhecimento em Robótica, Realidade Virtual e Aumentada, Inteligência Artificial e também por meio da criação de aplicativos e sistemas web, incluindo questões de redes de computadores e servidores.

A rede oferece diversos tipos de cursos: Regulares (Ciência da Computação, Robótica ou SuperKids – semestrais/anuais), Profissionalizante (MasterGeeks), Extras (Youtuber, Programação em Roblox ou Programação no Minecraft – bimestrais) e QuickCodes (Criando Games 2D ou de Xadrez ou Robótica com Arduíno – mensais).

Para saber mais, acesse http://supergeeks.com.br/

Fonte/Imagem-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa 


Nenhum comentário:

Postar um comentário