quinta-feira, 25 de março de 2021

13º FESTLIP - FESTIVAL INTERNACIONAL DAS ARTES DA LÍNGUA PORTUGUESA, EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO TOTALMENTE ONLINE E GRATUITA, HOMENAGEIA O CANTOR, COMPOSITOR E ESCRITOR CABOVERDIANO MÁRIO LÚCIO SOUSA

 

13º FESTLIP - Festival Internacional das Artes da Língua Portuguesa ocupa as plataformas de suas redes sociais entre 26 e 30 de março para apresentar gratuitamente e ao vivo a programação internacional que reúne artistas do Brasil e dos outros oito países que tem o português como língua oficial – PortugalAngolaMoçambiqueCabo VerdeGuiné EquatorialGuiné BissauSão Tomé e Príncipe e Timor Leste. O FESTLIP_On reverencia este ano o cantor, compositor e escritor Mário Lúcio Sousa, expoente da cena cultural de Cabo Verde e premiado internacionalmente. Presente na primeira edição do FESTLIP, em 2008, e cocriador do conceito do FESTLIPShow, o artista caboverdiano se apresentará, ao vivo, na noite de abertura. É de sua autoria também o texto do espetáculo teatral Os Dias de Birgitt, encenado pela Sikinada Cia de Teatro, de Cabo Verde. O elenco da peça participará do festival em bate-papo ao vivo, diretamente do teatro, após o espetáculo. O FESTLIP_On tem apoio institucional da CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e tem patrocínio da Lei Aldir BlancGoverno FederalGoverno do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

“Neste segundo ano em que toda a programação é apresentada de forma virtual e gratuita, temos a oportunidade de estreitar ainda mais os laços que nos unem aos demais países de língua portuguesa. Somente no ano passado, cerca de 5 milhões de pessoas estiveram conectadas ao FESTLIP durante as apresentações nos canais da internet, nas retransmissões da TV TPA de Angola e nas interações do público dos nove países com o conteúdo do festival ao longo do ano”, celebra Tânia Pires, diretora artística do FESTLIP e atriz brasileira.

Mário Lúcio abre o festival diretamente de Cabo Verde, com um show ao vivo reunindo canções suas e de seu repertório. O artista nascido em 1964 no Tarrafal, Ilha de Santiago, Cabo Verde, é uma das figuras mais reconhecidas da cena cultural musical, tanto nacional como internacionalmente. Escritor premiado, é autor de obras como Nascimento de um mundoManifesto à Crioulização e Meu Verbo Cultura. Graduado em Direito, foi Ministro da Cultura de Cabo Verde de 2011 a 2016. Como músico, é um dos mais solicitados de Cabo Verde e já se apresentou nos EUA e Brasil, Europa (Áustria, Bélgica, Inglaterra, Espanha, França, Grécia, Portugal, Polônia, Noruega, Itália, Croácia e Holanda, entre outros), África (Senegal, Gana, Mali, Mauritânia, Marrocos) e Ásia (China, Macau e Coreia do Sul). Suas músicas, que transitam por estilos típicos de Cabo Verde, como Morna, Funaná, Batuque e Coladeira, já foram cantadas por conterrâneos como Cesária Évora, Mayra Andrade, Lura, Nancy Vieira e Lucibella e por artistas do Brasil, Portugal, França e Itália. Líder e fundador do grupo musical Simentera, Mário Lúcio é cantor, compositor, multi-instrumentista e arranjador e já colaborou com Manu Dibango (Camarões) Touré Kunda (Senegal), Paulinho Da Viola, Gilberto Gil e Milton Nascimento (Brasil), Pablo Milanés (Cuba), Mario Canonge e Ralph Tamar (Martinica) Teresa Salgueiro e Luis Represas, (Portugal), Toumani Diabate (Mali), Harry Belafonte (EUA), Judith Sephuma (África do Sul), Wanda Baloyi (Moçambique) e Oliver Mtukudzi (Zimbabué).

Mostra Teatral traz este ano o espetáculo Dois, do Coletivo Complexo Duplo, de Felipe Vidal. O FESTLIP_On convidou o Complexo para um experimento com artistas dos nove países lusófonos, que integram a Trupe FESTLIPFelipe assume a regência, trazendo esses atores para o DOIS (Mundos), segunda parte do experimento cênico do coletivo, criado a partir do álbum DOIS, da Legião Urbana. Como em um disco de vinil, o projeto é dividido em duas partes e estreia agora o Lado B, depois de apresentarem o Lado A em 2020. “A produção de espetáculos na plataforma do festival, envolvendo elenco lusófono, tem sido uma marca da curadoria do FESTLIP há alguns anos, que já apresentou trabalhos com Paulo de Moraes e Miguel Seabra, de Portugal”, destaca Tânia.

Com texto assinado pelo homenageado Mário Lúcio, a peça Os Dias de Birgitt entra em cartaz na Cidade de Praia, em Cabo Verde, encenada pela SIKINADA Companhia de Teatro e trata da história de uma mulher que é diagnosticada com uma doença terminal e tem mais 21 dias de vida. No dia 28/3, o público terá a chance de conhecer um pouco o processo criativo do grupo, com uma vivência nos bastidores do teatro e um bate-papo ao vivo com a companhia, no dia da estreia do espetáculo.

Ainda na área teatral, o FESTLIP_On irá oferecer cinco bolsas gratuitas para atores estrangeiros da língua portuguesa para a oficina A invenção da arte e do teatro, do diretor Moacyr Góes, com dez aulas a partir do dia 30 de março, às terças e quintas, das 19h às 22h, em uma sala privada online. São elegíveis artistas de Angola, Portugal, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Guiné Bissau, até 28 de março, com inscrição pelas redes sociais do festival.

Com mediação de Bianca Freire-Medeiros, Doutora em História e Teoria da Arte e da Arquitetura, pela Universidade de Binghamton, nos EUA, e professora do Depto de Sociologia da USP, onde coordena o grupo de pesquisa MTTM: Mobilidades: Teorias, Temas e Métodos, a Mesa Virtual “Fluxos Culturais na CPLP: Mobilidades Transnacionais durante e depois da pandemia” reúne no dia 29/3 profissionais de diversos países para refletir sobre os desafios impostos pela pandemia e compartilhar suas expectativas sobre o “novo normal”, sobretudo a partir da questão da mobilidade, em seus diversos signos, antes, durante e pós pandemia. Participam Solange Salvatierra, de São Tomé e Príncipe, radicada há 20 anos em Portugal, VP na Empreendedora e VP da Associação de Apoio à Mulher de São Tomé e Príncipe; o nova-iorquino radicado em Cabo Verde Jeffery Hessney, intérprete/tradutor e produtor da cia de dança Raiz di Polon, e o francês, naturalizado português e também radicado em Cabo Verde, João Branco, fundador e diretor artístico do Festival Internacional de Teatro do Mindelo – Mindelact (Cabo Verde).

FESTLIP encontros apresenta o bate-papo conduzido pela produtora, roteirista e coordenadora geral do Festival Varilux de Cinema Francês e diretora da Laranjeira Filmes Vânia Matos com Tânia Pires, curadora e diretora artística do FESTLIP, membro curatorial do BRICS no Festival Internacional Ibsen, na China, e Observadora Cultural da CPLP – Comunidade dos Países da Língua Portuguesa, que contará ainda com a participação do ator moçambicano Horácio Guiamba e da atriz e diretora portuguesa Marta Borges. Em pauta, os bastidores e a arquitetura da plataforma do FESTLIP, da idealização aos desafios para a realização de projetos culturais, as lacunas a serem ocupadas de forma criativa e como amplificar suas potências.

Uma das novidades este ano é a parceria inédita com os festivais FIL – Festival Internacional Intercâmbio de Linguagens, em sua 18ª edição, e o Cabíria Festival, ambas no dia 27/3. Com o FIL, o FESTLIPinho apresenta a contadora de histórias Silvia Castro. Em transmissão ao vivo pelos canais dos dois festivais, o público conhecerá a divertida história d’O homem que pôs um ovo, sobre uma mentira que se transforma em algo gigantesco, de infinitas proporções, e que convida as crianças a refletirem sobre as fake news. Ao final, haverá um bate-papo da contadora com crianças dos países de língua portuguesa. O evento é integrado ao Ponto de Cultura CDLIP e CACEF – Centro de Atividades Comunitárias Esperança do Futuro.

A parceria com o Cabíria Festival traz ao FESTLIP_On o curta-metragem Nascente, produzido no ano passado pela diretora brasileira Safira Moreira. Resultado do convite do Programa CONVIDA, do Instituto Moreira Salles, o filme de cinco minutos e meio foi produzido durante o início da quarentena e reúne imagens que a diretora gostaria de ver e ofertar nesse momento delicado da pandemia.

Este ano, a Mostra Gourmet traz o tema Sabor das Índias Lusitanas e será transmitida ao vivo no dia 30 de março, encerramento do FESTLIP_On, diretamente do Hotel Porto Seguro Praia Resort, em Porto Seguro, Bahia, cidade que recebeu os portugueses em 1500, onde a chef baiana Helô Lima irá ensinar a preparar a inédita receita da Feijoada d’Além Mar, com feijão branco, os temperos trazidos das Índias pelos portugueses e a mistura de sofisticados frutos do mar da Bahia.

PROGRAMAÇÃO FESTLIP_On 2021*

*O serviço de todo o festival indica o horário oficial de Brasília (BR)

FESTLIPshow e ABERTURA

FESTLIPshow convida o público a conhecer a música caboverdiana com a apresentação ao vivo do cantor e compositor Mário Lúcio.

Online: nas plataformas do FACEBOOK e YOUTUBE

Dia: 26 de março, sexta-feira, às 19h

FESTLIPteatro

FESTLIP_On convida o Coletivo Complexo Duplo (Rio de Janeiro), para um experimento em conjunto com artistas dos nove países que falam português, a Trupe FESTLIP. O diretor Felipe Vidal assume esta regência, trazendo esses atores para o “DOIS (mundos)”, segunda parte do experimento cênico do coletivo, criado a partir do álbum DOIS, da Legião Urbana. Dividido em duas partes, como num LP de vinil, o projeto estreia agora o LADO B do álbum, depois de apresentar o LADO A em 2020.

FICHA ARTÍSTICA

·  Dramaturgia e direção: Felipe Vidal

·  Colaboração dramatúrgica: Leonardo Corajo (textos construídos com a participação do elenco da Trupe do FESTLIP e o Complexo Duplo).

·  Elenco (ordem alfabética) Trupe FESTLIP: Carvarino Carvalho (Timor Leste), Elena Iyanga (Guiné Equatorial), Fidelia Fonseca (Cabo Verde), Horácio Guiamba (Moçambique), Leonardo Miranda (Brasil), Rossana Prazeres (São Tomé e Príncipe), Suelma Mario (Angola), Susana Vitorino (Portugal) e William Ntchalá (Guiné-Bissau). Complexo Duplo: Felipe Antello, Felipe Vidal, Guilherme Miranda, Gui Stutz, Leonardo Corajo, Lucas Gouvêa, Luciano Moreira, Sergio Medeiros e Tainá Nogueira.

Online: será transmitido ao vivo nas plataformas do FACEBOOK e YOUTUBE

Dia: 27 e 28 de março, sábado e domingo, às 17h

Uma ida virtual ao teatro.

Vivência com os atores nos bastidores no dia da estreia do espetáculo Os Dias de Birgitt, do grupo Sikinada da Cidade de Praia (CaboVerde).

O bate-papo on é uma ida virtual ao teatro e acontecerá logo após o espetáculo, diretamente de Cabo Verde, momento em que os atores e o diretor do espetáculo falam da dramaturgia e compartilham seu processo de criação com o público. A peça tem dramaturgia de Mário Lúcio, cantor, poeta e dramaturgo homenageado do FESTLIP_On 2021.

SIKINADA COMPANHIA DE TEATRO

Sikinada é uma companhia teatral caboverdiana e possui diversas produções nos principais palcos nacionais, mas também em eventos importantes além-fronteira, incluindo Rio de Janeiro, São Paulo, Porto (Portugal) e Macau.

SINOPSE:

“A senhora tem vinte e um dias de vida...”, foi dessa forma que ela recebeu a notícia, com um turbilhão de sentimentos…

Os Dias de Birgitt conta a história de uma mulher que, de um dia para o outro, é confrontada com essa inevitabilidade… uma doença terminal. Como lidar com essa nova condição?

Uma abordagem contemporânea, no limite entre a sobriedade e o humor, de uma temática cada vez mais presente nas nossas sociedades.

FICHA TÉCNICA / ARTÍSTICA

§ Texto Dramático de MÁRIO LÚCIO SOUSA

§ Encenação JOÃO PAULO BRITO

§ Interpretação ELISABETE GONÇALVES | PATRÍCIA LEITE | RAQUEL MONTEIRO

§ Cenografia JOÃO PAULO BRITO | JOSÉ PEDRO BETTENCOURT | JOÃO BRITO BOSS

§ Figurinos e Adereços ELISABETE GONÇALVES | ZOIA DELGADO

Online: o bate papo será transmitido ao vivo nas plataformas do FACEBOOK e YOUTUBE, após a estreia da peça.

Dia: 28 de março, domingo, às 18h30 do Brasil

FESTLIPencontros

Neste ano o “Encontros Culturais da Língua Portuguesa” traz atividades online, com profissionais do mundo das artes.

BATE-PAPO On

A Arquitetura e a Potência da Plataforma FESTLIP – Festival Internacional das Artes da Língua Portuguesa

Um convite à descoberta do caminho para chegar a UM MUNDO MAIS FESTLIP.

Tânia Pires, curadora e diretora artística do FESTLIP, membro curatorial do BRICS no Festival Internacional Ibsen, na China, e Observadora Consultiva Cultural da CPLP_Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, é entrevistada pela produtora, roteirista, coordenadora geral do Festival Varilux de Cinema Francês e diretora da Laranjeiras Filmes Vânia Matos, que elaborou um roteiro cuidadoso para conduzir este bate-papo e falar da realização de projetos culturais e observar as lacunas a serem ocupadas de forma criativa.

Da idealização à realização, há um longo histórico de processos e aprendizados. Ocultos aos olhos do espectador, são os bastidores que convidam realizadores a uma escuta afinada para conduzir a arquitetura e realização de um projeto cultural e amplificar suas potências.

Tânia Pires, idealizadora do FESTLIP, é a personagem principal dessa história oculta que, nesta entrevista, o público terá a oportunidade de se conectar.

Participação do ator Horácio Guiamba (Moçambique) e da atriz e diretora Marta Borges (Portugal).

Online: será transmitido ao vivo nas plataformas do FACEBOOK e YOUTUBE

Dia: 29 de março, segunda-feira, às 15h

OFICINA TEATRAL

"A Invenção da Arte e do Teatro"

Curso em 10 aulas para atores, idealizado e produzido pelo roteirista e diretor de cinema e teatro brasileiro Moacyr Góes, com a participação de cinco atores internacionais dos países que falam português, com bolsas concedidas pelo FESTLIP_On.

Países elegíveis para a seleção, com inscrição através das redes sociais do festival até o dia 28 de março de 2021: Angola, Portugal, Moçambique, Cabo Verde e São Tome e Príncipe e Guiné Bissau.

A oficina

O que Édipo e Antígona têm a ver com nossa vida? Macbeth e Hamlet esclarecem o que estamos vivendo? Nelson Rodrigues e Beckett, o que dizem, sentados sobre escombros? A arte tem muito mais a ver com nossa vida do que imaginamos. No próximo curso vamos mergulhar nisso.

A oficina contempla 10 aulas que começam dia 30/03 e acontecem terças e quintas-feiras, das 19h às 22h do Brasil e é realizada por sala privada online pelo diretor.

MESA VIRTUAL

"FLUXOS CULTURAIS NA CPLP_Comunidade dos Países de Língua Portuguesa: MOBILIDADES TRANSNACIONAIS DURANTE E DEPOIS DA PANDEMIA"

Quatro continentes podem virar um único país e o caminho é a mobilidade

Nos últimos anos, várias iniciativas – com destaque para o FESTLIP – criaram um círculo virtuoso de fluxos artístico-culturais entre os países de língua portuguesa. Se, em grande medida, essas trocas foram dependentes da mobilidade física dos agentes culturais, que novas estratégias criativas o contexto de isolamento social nos impele a experimentar?

Esta mesa reúne profissionais de diferentes países para refletir sobre os desafios impostos pela pandemia e compartilhar suas expectativas sobre o "novo normal" que precisamos construir.

Mediação: Bianca Freire-Medeiros - Doutora em História e Teoria da Arte e da Arquitetura (Binghamton University, NY) e professora do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo, onde coordena o grupo de pesquisa MTTM - Mobilidades: Teorias, Temas e Métodos

Convidados:

✔ Solange Salvatierra é vice-presidente na Empreendedora e Vice- Presidente da Associação de Apoio a Mulher de São Tomé e Príncipe “MenNon”, que em criolo forro significa “Nossa Mãe”. Ativista, antirracista, feminista e empreendedora social. É de São Tomé e Príncipe e reside em Portugal há 20 anos. Ativista, antirracista, feminista e empreendedora social.

✔ Jeffery Hessney é intérprete / tradutor e produtor da companhia de dança Raiz di Polon, além de membro da direção da Associação Mindelact, compositor e escritor e natural de Olean, Nova Iorque, Estados Unidos. Vive há 20 anos em Cabo Verde.

✔ João Branco é Doutor em Artes, Comunicação e Cultura, pela Universidade do Algarve e Mestre em Artes Cênicas. Licenciado em Gestão do Patrimônio e Organizações Culturais. Diretor teatral, fundador e Diretor Artístico do Festival Internacional de Teatro do Mindelo - Mindelact (Cabo Verde) e diretor do Polo do Mindelo do Centro Cultural Português - Instituto Camões. Nasceu em Paris, estudou em Portugal e vive há 29 anos em Cabo Verde. Foi Homenageado no FESTLIP em 2017.

Online: será transmitido ao vivo nas plataformas do FACEBOOK e YOUTUBE

Dia: 29 de março, segunda-feira, às 17h

FESTLIPinho

FESTLIP_On, em uma ação conjunta com o FILFestival Internacional Intercâmbio de Linguagens, traz para o FESTLIPinho uma Contadora de Histórias para as crianças dos países de língua portuguesa, que participam de um bate-papo ao vivo. Integrado ao Ponto de Cultura CDLIP e CACEF - Centro de Atividades Comunitárias Esperança do Futuro.

Os dois festivais se unem às crianças para refletir sobre as fake news através de uma fábula. Convidamos a atriz, professora e contadora de histórias Silvia Castro para contar uma história divertida na qual uma pequena mentira acaba por se transformar em algo gigantesco, de infinitas proporções. Tema importante para conversarmos com os novos públicos e a transmissão ao vivo acontece pelas redes sociais dos dois festivais.

História: O Homem que pôs um ovo

Contadora de histórias: Silvia Castro

On line: será transmitido ao vivo nas plataformas do FACEBOOK e YOUTUBE pelos canais digitas do FESTLIP_On e do FIL_Festival.

Dia: 27 de março, sexta-feira, às 15h

FESTLIPcine

NASCENTE - Curta-metragem

Um rio e seus afluentes.

Em conexão com curadores de festivais brasileiros, o FESTLIP_On, em conjunto com o Cabíria Festival, convida para o FESTLIPcine ao Curta-Metragem NASCENTE, produzido em 2020 pela diretora brasileira Safira Moreira.

SINOPSE:

Nascente surgiu a partir do convite do Programa CONVIDA do Instituto Moreira Salles, durante a pandemia ocasionada pela covid-19, ainda nos primeiros meses da quarentena.

Assistir ao filme é um ato de percepção e leitura. A diretora reflete sobre quais imagens gostaria de ver. A partir daí elaborava sobre quais imagens poderia ofertar aos espectadores naquele (neste) momento. Surgiu assim um filme-ritual. De passagem, de cura.

FICHA TÉCNICA/ ARTÍSTICA

Direção, fotografia, montagem: Safira Moreira

Trilha sonora original: Lucas Carvalho

Mixagem: Rose Juam

Duração: 5min30

Online: será transmitido ao vivo nas plataformas do FACEBOOK e YOUTUBE.

Dia: 27 de março, sexta-feira, às 18h

FESTLIPgourmet

MOSTRA GOURMET

Tema: Sabor das Índias Lusitanas

Prato: Feijoada D’Além Mar

A chef baiana Helô Lima convida o público do FESTLIP_On para uma experiência sensorial com os sabores dos temperos indianos trazidos para o Brasil pelos portugueses. Diretamente de Porto Seguro (BA), berço da nossa língua portuguesa, a chef seleciona os frutos do mar mais sofisticados da região para nos ensinar a fazer esta inédita e deliciosa Feijoada D’Além Mar, deliciosamente preparada com feijão branco. Tudo isso em um cenário deslumbrante transmitido ao vivo pelo Hotel Porto Seguro Praia Resort, às margens de uma das praias mais lindas de Porto Seguro.

On line: será transmitido ao vivo nas plataformas do FACEBOOK e YOUTUBE

Dia: 30 de março, terça-feira, às 16h

* Todos os eventos estão indicados com o horário oficial de Brasília (BR)

Fonte: Assessoria de Imprensa


Nenhum comentário:

Postar um comentário