quinta-feira, 8 de abril de 2021

INCUBADORA DE MARCAS DA PERNOD RICARD PREVÊ CRESCIMENTO DE 48% PARA 2021

A Brand Factory, incubadora de marcas e negócios da Pernod Ricard, lança para o primeiro semestre de 2021 três frentes de atuação, seguindo as tendências do comportamento do consumidor no quesito global. Entre elas estão o fortalecimento de Malibu, blend de rum com sabor natural de coco, junto dos Young Fun Starters, o jovem de 20 a 25 anos, a liderança da tendência de drinks leves e versáteis com os aperitivos Lillet Blanc e Ramazzotti e o estreitamento de laços do rum cubano Havana Club com a cena da música. E por fim, o pioneirismo no desenvolvimento de drinks de café com o licor Kahlua.

Criada em 2018 para gerenciar três rótulos, hoje já conta com oito produtos que abrangem quatro categorias de bebidas alcóolicas importadas premium. Com o propósito de construir o portfolio do futuro da Pernod Ricard Brasil, a incubadora apresenta resultados de sucesso como o aperitivo Ramazzotti Amaro, que pode ser usado em coquetéis como o negroni, com crescimento superior a três dígitos contra o ano fiscal passado e os três rótulos de rum que aumentaram em mais de 25% a sua participação no mercado da categoria no Brasil.

“A estratégia da Unidade de Negócios para este ano é manter o ganho de relevância e construção das marcas com o consumidor, atuando estrategicamente no modelo TLO (Testar, Aprender, Otimizar), para construir o portfolio do futuro da Pernod Ricard Brasil, por meio de novos modelos de negócios. A previsão é de fecharmos o ano fiscal com um crescimento de 48% contra o ano fiscal passado, aumentando a presença das marcas Brand Factory no mercado. Nosso trabalho é ter uma abordagem 360º com os diversos públicos alvo, trabalhando a versatilidade de consumo de cada rótulo dentro de suas categorias. O consumidor brasileiro está se interessando cada vez mais por novos sabores e variações de receitas”, comenta Camilla Ortenblad, gerente de negócios da Unidade de Brand Factory.

Transformação Digital

Até 2020, o foco das marcas Malibu e Havana Club, centradas na geracão Z, eram as festas e eventos externos com suas repercussões orgânicas, entretanto, a pandemia exigiu uma rápida adaptação da incubadora e, observando as tendências de consumo digital, Havana investiu em projetos com a co-criação de diferentes plataformas de conteúdos com artistas independentes e Malibu apostou em formatos similares a webseries.

Agora, para o primeiros semestre de 2021, o licor de rum caribenho lançará ainda em março um legítimo reality show em que doze participantes serão confinados em uma casa para jogos divertidos e dinâmicas sobre coquetelaria valendo prêmios e recompensas. Já Havana Club, em parceria com agências especializadas, traz a plataforma “Havana Music Remix” para fomentar a cultura de rua.

Drinks versáteis e mais leves com ingredientes caseiros

No último ano, a já crescente tendência de desenvolver receitas em casa com ingredientes de fácil acesso, além de coquetéis com menor teor alcóolico, impulsionou a categria dos aperitivos, bebidas com menor porcentagem alcoólica que destilados (entre 35 e 40%) e com consumo mundial aumentado em 16% desde 2019, segundo último relatório do IWSR, consultoria mundial de consumo de bebidas alcoólicas.

Para atender a demanda, a Brand Factory já lançou no Brasil três rótulos: Lillet (17% de teor alcóolico), Ramazzotti Rosato (15%) e Amaro (30%) para serem bebidos em taças com gelo e rodelas de cítricos com a opção de adição de tônica, água com gás ou espumante, para fazer os já queridinhos Spritz. Em menos de dois anos, as marcas tiveram crescimento acumulado superior a três dígitos, e para esse ano investem em plano de alcance digital orgânico.

Outra mudança de comportamento do consumidor foi a inovação e o aperfeiçoamento das maneiras de se tomar café, já muito querido pelo brasileiro. A incubadora, por meio do licor de café Kahlua, líder de mercado com 13% de participação na categoria, quer unir o mundo da coquetelaria ao dos coffee shops, e incluir o café em ainda mais oportunidades, por meio do incentivo a ocasiões como o brunch com drinks como o Espresso Martini, que tem sua receita oficial originalmente com o rótulo.

A incubadora também é responsável por trazer ao Brasil rótulos super premium de tequila e gin como Altos Tequila, Plymouth Gin e gin Monkey 47, com valores unitários começando acima de R$ 200,00. O IWSR indica que o consumo global da categoria deve aumentar em 13% nos próximos quatro anos.

“Parcerias estratégicas fazem com que esse nosso modelo de negócio esteja sendo bem sucedido. Nossa plataforma tem expectativa de fazer o mesmo com novos produtos e até novas categorias nesse próximo ano.”, finaliza Camilla.

Sobre Brand Factory

Fundada em 2018, a incubadora de marcas e projetos da Pernod Ricard Brasil funciona como uma startup, buscando atender às necessidades dos consumidores através de produtos que não existem hoje no mercado brasileiro e testando modelos de negócios diferentes e dissociados do modelo tradicional da multinacional. Estão no portfólio da Unidade de Negócios os gins Monkey 47 e Plymouth e os também recém lançados: aperitivo francês Lillet, famoso pelos filmes do espião 007 e Altos, a tequila super premium, que promete revolucionar o consumo da categoria a partir de drinks com a bebida.

Fonte/Foto-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário