quinta-feira, 1 de abril de 2021

LEVANTAMENTO APONTA OS 100 SITES MAIS PESQUISADOS PELO BRASILEIRO NA INTERNET EM 2021

 

Durante a pandemia mudamos o nosso comportamento como usuários online, já que passamos a fazer a maioria de nossas interações pela internet. Pensando nesse momento pelo qual estamos passando, a Semrush, uma plataforma SaaS de gerenciamento de visibilidade online e marketing de conteúdo, fez um levantamento para entender quais os 100 sites mais acessados nesse ano de 2021. E a melhor parte: esse documento será atualizado mensalmente, para acompanhar as mudanças que o mercado tem feito durante esse ano.

O ranking com os primeiros 5 domínios mais buscados pelos brasileiros durante fevereiro de 2021 é encabeçado pelo google.com com mais de 4 bilhões de buscas. O segundo lugar fica para globo.com com mais de 1436 milhões de acessos, o domínio da emissora também engloba o jornal, o streaming, o portal de notícias e os diversos sites dos programas de entretenimento.

Em terceiro lugar temos o uol.com.br com 999 milhões de acessos, sendo um dos portais mais procurados em busca de conteúdo, pois faz um jornalismo de apuração e oferece matérias de entretenimento, esportes e bem-estar. Em quarto lugar temos a rede social Facebook com mais de 906 milhões de visitas.  E por fim, em quinto lugar ficou a plataforma de compartilhamento de vídeos Youtube com mais de 802 milhões de acessos no site.

Confira o Top 5 sites mais buscados:

1. google.com: 4 bilhões
2. globo.com: 1436 milhões
3. uol.com.br : 999 milhões
4. facebook.com: 906 milhões
5. youtube.com: 802 milhões

* Buscas online em fevereiro de 2021 no Brasil

"A análise dos sites mais acessados mostra como usamos a internet para basicamente informação, entretenimento e consumo. A grande questão é que muitas buscas dos usuários podem ser específicas sobre assuntos de nicho. E responder essa intenção de informação do usuário é um bom caminho para gerar mais tráfego em qualquer site. Basta entender o que ele busca", comenta Erich Casagrande, gerente de marketing Brasil da Semrush.

Além dos 5 mais visitados, o levantamento da Semrush mostrou que o comportamento de busca na pandemia também trouxe um diferencial: sites de governos estaduais recebendo usuários em busca de informações confiáveis sobre o Covid-19. O site do Governo estadual de São Paulo é o mais bem colocado em sexto lugar com mais de 780 milhões de buscas. Além desse, outros que receberam destaque foram os dos estados de Paraná, Bahia, Rio Grande do Sul, Goiás e Ceará que figuram no top 50 de buscas em fevereiro.

Além da busca por conteúdo de qualidade, uma das maiores distrações nesse momento têm sido as redes sociais. Além do Facebook, que já apareceu aqui em quinto lugar, outra rede muito buscada é a outra do grupo de Mark Zuckerberg, o Instagram, com mais de 307 milhões em 11º lugar. Outra muito buscada é o Twitter que somou mais de 134 milhões e ficou em 18º lugar no ranking de mais buscados em fevereiro.

Para conferir a lista completa com os 100 sites mais visitados no Brasil no mês de fevereiro, visite o site: http://pt.semrush.com/blog/top-100-sites-mais-visitados/*

*Alguns sites mencionados na lista acima podem apresentar conteúdo adulto. Tenha cuidado ao acessar sites desconhecidos.

Sobre a Semrush

A Semrush é uma plataforma SaaS líder em gerenciamento de visibilidade online que permite que empresas em todo o mundo executem SEO, PPC, conteúdo, mídia social e campanhas de pesquisa competitiva e obtenham resultados mensuráveis ​​de marketing online. Com a confiança de mais de 6 milhões de profissionais de marketing, a Semrush oferece ideias e soluções para empresas de qualquer setor para criar, gerenciar e medir campanhas em vários canais de marketing.

*As informações sobre os futuros produtos e planos de produtos da Semrush são incluídas apenas para fins informativos e não são um compromisso vinculativo. O desenvolvimento, lançamento e tempo de quaisquer produtos, recursos ou funcionalidades Semrush permanecem a critério exclusivo da Semrush e estão sujeitos a alterações.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Nenhum comentário:

Postar um comentário