sexta-feira, 7 de maio de 2021

PHONOGRAM.ME ANUNCIA OS PRIMEIROS CURADORES COM FOCO EM ARTISTAS DE GRANDE PORTE

 

A Phonogram.me, 1° plataforma de NFT do Brasil, anuncia Fabrício Nobre (Festival Bananada) e Gabriel Junqueira de Andrade (Coala Festival) como curadores.

Chefiados por Janara Lopes, sócia da Phonogram.me, eles serão responsáveis pela criação de novas ações com artistas de grande porte, fechamento de agenda de lançamentos, leilões de marketplace e novos produtos.

"Estamos animados com essa curadoria. A busca por novas fontes de receita e de financiamento é uma constante na indústria da música e também em outros setores da cultura. NFT é uma tendência global que amplia as possibilidades para o nosso mercado e é muito importante nos desenvolvermos aqui no Brasil para captar essa oportunidade", declara Andrade.

A startup, que também possui como embaixador o músico André Abujamra, permite que qualquer pessoa adquira um fonograma e receba os royalties quando ele é executado, por exemplo, rádio, no streaming, em um evento e até mesmo em um programa de televisão. Além disso, outro fator importante é que outros produtos colecionáveis, memorabilia ou até mesmo experiências reais de conexão com os fãs, podem ter seu registro em NFT dentro da plataforma. Como exemplo estão os encontros virtuais com artistas no Zoom, ingressos vitalícios para shows, entre outros produtos.

A plataforma ainda conecta músicos, colecionadores e investidores, por meio de um catálogo poderoso e aprofundado das mais variadas vertentes musicais. O Phonogram.me é o único do mercado que permite ao usuário escolher como quer receber a sua cota, seja em criptomoedas ou em reais. Trazendo assim, versatilidade e se adaptando aos interesses individuais de cada cliente.

O serviço é o primeiro stockmarket musical da América Latina nesta categoria e foi criado pelos sócios Lucas Mayer e a designer Janara Lopes. Além deles, estão associados ao projeto o publicitário e diretor de criação Felipe Cury, o advogado especialista em direito autoral, Filipe Tavares e Guido Malato, dono da Gmalato, empresa brasileira especializada em blockchain.

Sobre

Curadores

Gabriel Junqueira de Andrade

Fundador e Curador do Coala Festival, também está à frente do selo e núcleo de projetos do festival, o Coala.LAB, liderando o pilar de estratégia para a música. Formado em Administração de Empresas pela FGV-EAESP, começou sua carreira no mercado financeiro trabalhando com Private Equity na empresa G5 Evercore e depois passou seis anos no Facebook Brasil. Em paralelo, desenvolveu o Festival e suas ramificações e hoje atua exclusivamente no Coala.

Fabrício Nobre

Fundador do festival e selo Bananada, um dos mais importantes e tradicionais eventos de música no país, atua ainda como consultor artístico de programação das casas Cine Jóia e Blue Note SP. Também é produtor da Braba Música.

Sócios

Lucas Mayer

Lucas Mayer é um compositor e produtor musical brasileiro que dirige seus estúdios em São Paulo e Berlim. Produz trilhas sonoras para publicidade e longas-metragens há 20 anos, guitarrista de uma banda que toca apenas músicas negadas pelos clientes de publicidade chamada The Client Said No; viajou pelo mundo gravando álbuns nas ruas [documentado tudo isso em seu projeto 'Le Tour Du Monde', exibido pelo Discovery Channel Latin America]. Além disso, produziu o "Uncensored Playlist", projeto musical mais premiado do LIA [London International Awards], ganhando o Titanium e mais 6 Cannes Lions, ouro e GP no Clio Festival, El Ojo de Iberoamérica, D&AD Impact e mais de 260 prêmios de publicidade e música nos últimos dois anos. Atualmente é partner na Phonogram.me, o primeiro stockmarket de NFT de música brasileira.

Janara Lopes

Janara Lopes, diretora de criação, curadora, viciada em tendências e mulher de negócios da indústria criativa, foi a idealizadora da IdeaFixa, empresa que revolucionou o mercado de talentos de craft. Em sua jornada profissional, colaborou na criação de times e projetos criativos para algumas das maiores marcas do Brasil e do mundo, como Havaianas, Adidas, Facebook, Itaú, Netflix, dentre tantas outras.
Além disso, comandou a criação de conteúdo dos canais IdeaFixa como pesquisadora e editora nos últimos 15 anos. Atualmente é partner na Phonogram.me, o primeiro stockmarket de NFT de música brasileira.

Fonte/Foto-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa - Legenda: Gabriel Andrade do Coala Festival é um dos curadores ao lado de Fabrício Nobre do Festival Bananada 


Nenhum comentário:

Postar um comentário