sábado, 8 de maio de 2021

“SURDINA”, NOVO FILME DE RODRIGO AREIAS COM ROTEIRO DE VALTER HUGO MÃE, ESTREIA NO BRASIL EM MAIO

 

Distribuído pela Fênix Filmes, chega em 13 de maio de 2021 o filmeSurdina” (2019, Portugal), do diretor Rodrigo Areias, na primeira parceria com o celebrado escritor Valter Hugo Mãe, que assina o roteiro.  Visto como uma ‘tragicomédia minhota’ – por ter sido rodado no Centro Histórico de Guimarães, na província de Minho -, o longa-metragem teve estreia mundial na 43ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e passou por inúmeros festivais internacionais. Produzido pela produtora Bando à Parte, “Surdina” traz no elenco António Durães, Ana Bustorff, Filomena Gigante, Jorge Mota, João Pedro Vaz ou Emilia Silvestre, entre outros. A estreia será pela plataforma do Cine Sesc. https://sesc.digital/colecao/cinema-em-casa-com-sesc

Terreno fértil para o prolífero diretor Rodrigo Areias (aos 42 anos tem a marca impressionante de 20 filmes no currículo), a história leva o público a um Portugal do interior, com referências ao lugar onde viveu Areias, que se utiliza da poesia e de metáforas para contar uma história sentimental, de perdas e variações do luto. O longa-metragem, que marca o primeiro roteiro de Valter Hugo Mãe, foi rodado em Guimarães, tendo como cenário um espaço rural, onde Isaque, um velho homem interpretado por António Durães, recebe a notícia de que a sua falecida mulher foi vista em uma feira fazendo compras. Revoltado, despeitado e triste, o velho homem pretende esconder-se de todos, mas os seus fiéis amigos insistem para que não dê ouvidos ao povo e que aproveite a ocasião para se fortalecer e, quem sabe, casar-se de novo. É uma história sobre a delicadeza de se ser velho, do que resta ainda para sonhar e para amar quando a idade avança significativamente e o corpo se enfraquece.

A ideia dos personagens terem alguma correlação com pessoas reais não foi mera coincidência. Segundo Areias, em entrevista para o site C7NEMA, há bastante relação com pessoas da região. “Em São Cristovão de Selho, metade da família tem o nome do lado materno do Valter, a outra metade da família paterna. E ali no centro histórico também tem a ver com uma série de pessoas que conheço desde que nasci. Algumas delas estão no filme, até na forma de homenagem. Há vários não-atores que convidei pessoalmente para que pudessem fazer parte do filme, porque para mim representam aquela realidade. São personagens icônicas daquele centro histórico, daquele meio muito particular”, disse. 

A trilha sonora é um caso à parte, que percorre as cenas com temas compostos especialmente para o filme, a cargo do renomado guitarrista Tó Trips. As músicas carregam nos dedilhados as questões abordadas na história como a velhice, a solidão e o desaparecimento. A trilha ganhou um disco com 10 faixas que pode der apreciado na plataforma Spotify (https://spoti.fi/3mJWNEP).

O filme foi premiado no Festival Internacional de Cinema de Girona (Espanha) como melhor filme, melhor fotografia e melhor trilha original, e ainda coleciona os prêmios de melhor filme em língua estrangeira do Central States Indie FanFilmFest (EUA) e melhor filme estrangeiro do Kyiv International Film Festival (Ucrânia).  

Sinopse

Num espaço rural, um velho homem recebe a notícia de que a sua falecida mulher foi vista a fazer compras na feira. Revoltado, pretende esconder-se de todos, despeitado e triste, mas os seus amigos insistem para que não dê ouvidos ao povo e aproveite tal facto para se fortalecer e, quem sabe, casar-se de novo. Esta é uma história da delicadeza de se ser velho, do que resta ainda para sonhar e para amar quando a idade avança significativamente e o corpo se enfraquece.

Sobre a Fênix Filmes

A Fênix Filmes é uma distribuidora de filmes independentes, com foco no melhor da produção cinematográfica da América Latina e da Europa. Desde 2011, a Fênix traz para o Brasil filmes que encantaram o mundo nos maiores festivais internacionais, além de longas-metragens que são verdadeiros tesouros cinematográficos ainda pouco explorados no mercado. Dentre os filmes recentes do nosso catálogo, podemos destacar: “Uma Primavera com Minha Mãe”, “Juan e Evita – Uma História de Amor”, “Uma Estranha Amizade”, “Crônica do Fim Mundo”, “La Playa”, “7 Caixas”, “O Último Amor de Mr. Morgan”, “Um Amor em Paris”, “O Ciúme”, “Se Fazendo de Morto”, “Dólares de Areia”, “Nahid: Amor e Liberdade”, “Sangue do Meu Sangue”, “Paterson”, “David Lynch: A Vida de Um Artista”, dentre muitos outros. 


SURDINA


PORTUGAL, 2019, Cores, 79 min.


Título original: Surdina


De: Rodrigo Areias


Com: António Durães,  Ângela Marques, Ana Bustorff, Emília Silvestre


Género: Comédia


Produção: Bando à Parte 


Classificação: 14 anos


Elenco

 

Personagens

António Durães

 

Isaque

Adelaide Teixeira

Gertrudes

Fernando Moreira

Luís

Jorge Mota

 

Armando

Filomena Gigante

Gorete

Mário Moutinho

 

Manoel

Valdemar Santos

Gomes

Jorge Pinto

 

Cândido

Emília Silvestre

 

Hermínia

Vitor Correia

 

Caminhante

Ana Bustroff

 

Dona Micas

Ângela Marques

 

Maria das Dores

Clara Nogueira

 

Lucinda

João Pedro Vaz

 

Joaquim

Tânia Dinis

 

Mulher jovem

Rosa Quiroga

 

Empregada de Joaquim

Luís Almeida

 

Amigo da Tasca

Delfim Freitas

 

Delfim


REDES SOCIAIS


YouTube: youtube.com/comunicatucuman


Instagram: instagram.com/fenix.filmes


Facebook: facebook.com/fenixdistribuidoradefilmes


Trailer:  https://youtu.be/YjbrdnkVWKs 

Fonte/Foto-reprodução-divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário