quinta-feira, 7 de abril de 2022

MARCIA DE MORAES APRESENTA DEZ OBRAS INÉDITAS EM "MATRIZ", NOVA EXPOSIÇÃO INDIVIDUAL DA ARTISTA NA GALERIA LEME

 

Conhecida por criar desenhos em grandes dimensões, com combinações de linhas e cores intensas, Marcia de Moraes traz para a sua exposição individual "Matriz" sua produção mais recente de trabalhos inéditos. A mostra permanece em cartaz na Galeria Leme de 7 de abril a 26 de maio de 2022 e conta com texto crítico da curadora Ana Carolina Ralston. 

Em seu corpo de trabalho, assim como nas obras apresentadas na mostra, Marcia de Moraes desenvolve uma pesquisa em desenho, na qual suas composições abstratas originam-se de um vocabulário imagético retirado de cenas cotidianas e experiências que atravessam o corpo da artista. Linhas que remetem a folhagens, ossaturas e fluidos corporais, se sobrepõem em um mesmo plano e figuram pela ausência da cor. 

Neste novo conjunto de trabalhos, a artista cria uma série de desenhos a partir de uma única forma primordial: uma folhagem seca encontrada ao chão. Marcia de Moraes mergulha de maneira obsessiva nesta imagem, analisando-a exaustivamente de ângulos diferentes a fim de decodificá-la por completo. "Essa exposição nasceu da vontade de fazer uma coisa que eu nunca fiz, que é uma série de desenhos a partir de uma única forma, como uma matriz. Até então, cada desenho se resolvia individualmente, como se cada um fosse um pequeno conto, nessa mostra criei um romance, onde cada desenho é um capítulo", comenta a artista. 

Embora os trabalhos da artista apresentam questões relativas ao corpo feminino, esta série é a primeira em que aparece uma sensualidade mais evidente. "Ao mesmo tempo que esses desenhos parecem rios, sulcos, e correm criando um circuito vital, as cores e as formas fálicas parecem penetrar o vazio do papel. Existe um erotismo nessas obras que insere Marcia de Moraes em uma tradição de artistas mulheres, como Georgia O'Keeffe e Maria Martins, que aborda o feminino por uma perspectiva feminista", destaca Ana Carolina Ralston.

Sobre a artista:

São Carlos, Brasil, 1981. Vive e trabalha em São Paulo, Brasil.

Marcia de Moraes realizou as exposições individuais: A Terceira, CCBB-SP, São Paulo, Brasil (2021); Círculos Abertos, SESI Tiradentes - Centro Cultural Yves Alves, Tiradentes, Brasil (2018); História do Olho, Galeria Leme, São Paulo, Brasil (2018); O Sopro, CAC W – Centro de Arte Contemporânea W, Ribeirão Preto, Brasil (2018); Banquete, Luciana Caravello Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil (2017); Os fósseis ou as laranjas, Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo, Brasil (2016); Elaine Arruda e Marcia de Moraes: Cheio de Vazio, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil (2014), entre outras. E as exposições coletivas: Studiolo XXI - desenho e afinidades, Fundação Eugénio de Almeida, Évora, Portugal (2019); Intercâmbios / Tempos Cruzados, SESC Quitandinha, Petrópolis, Brasil (2018); Acervo MARP - Aquisições Recentes. MARP 25 Anos, MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Brasil (2018), entre outras. Seu trabalho integra as coleções: Art at Swiss Re, Zurique, Suíça; Acervo permanente do Ministério das Relações Exteriores, Brasília, Brasil; MARP - Museu de arte de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Brasil. A artista ganhou os prêmios: PROAC - artes visuais, exposições virtuais, Brasil (2021); Bolsa Pollock Krasner Foundation, Estados Unidos (2016) e Prêmio FUNARTE de Arte Contemporânea, Brasil (2011).

Serviço

Matriz, de Marcia de Moraes

Texto crítico: Ana Carolina Ralston

Datas: 07.04- 14.05.2022 / terça a sexta – 10h – 19h / sábado – 10h – 17h

Onde: Galeria Leme – Rua Valdemar Ferreira, 130 - Butantã, São Paulo - SP

https://galerialeme.com/

https://www.instagram.com/galerialeme/

Foto/crédito: Filipe Berndt - Legenda: Os corais, 2022 | Grafite e lápis de cor sobre papel | 153 x 136 cm

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário