sábado, 14 de maio de 2022

CONCORRÊNCIA DE LOJAS VIRTUAIS OBRIGA MERCADO A SE RENOVAR QUASE QUE DIARIAMENTE

 

O Brasil, atuamente, possui mais de 930 mil E-commerces. Em 2020, com mais de 300 milhões de pedidos, o E-commerce conquistou seu lugar ao sol no coração do brasileiro. Grande parte destas compras virtuais ocorreram por conta da quarentena. No primeiro trimestre de 2021 as vendas cresceram 57,5% em relação ao mesmo período de 202 e os gastos aumentaram 9,4% do ticket médio. 

Tudo isso serve para mostrar que contra dados não há argumentos. Contudo, essa galinha dos ovos de ouro pode se tornar um pesadelo. Apesar da oportunidade de vendas, a loja virtual precisa atrair seus clientes. É como se fosse uma rua na 25 de março com todo mundo gritando "compre aqui"! Só que com o aumento a possibilidade de compra, o cliente se tornou mais exigente. Quer mais facilidade, quer mais confiança. Onde ver isso? A Agência de SEO Hedgehog Digital anualmente, desde o começo da pandemia, realiza a State Of Search Brasil .  Uma pesquisa realizada com consumidores brasileiros para entender como eles compram. 

25% dos entrevistados compram mais por smartphone. Eletrodomésticos, alimentação e moda são os ítens mais comprados e os Marketplaces ganharam ainda mais visibilidade. 

Neste cenário, o marketing digital, principalmente o SEO (Search Engine Optimization) pode ser um diferencial para quem quer sobressair à concorrência. Além disso, pode ser a chance de um pequeno E-commerce brigar diretamente com grandes players. Sim, é possível. Para Felipe Bazon, C.S.O da Hedgehog Digital "com um trabalho de SEO bem feito eu já consegui que um E-commerce com poucos produtos estivesse à frente de marcas multinacionais". O SEO expõe o valor de um produto e ajuda o cliente a comprar com facilidade. O pulo do gato para as vendas é o SEO. As redes sociais, email... ajudam a trazer o usuário ao site. Mas, para comprar e querer voltar a comprar ele precisa ter uma boa experiência. Além disso, o posicionamento no Google é imprescíndivel para o aumento de tráfego. Quanto melhor posicionado, mais chances de tráfego.'Afirma Bazon. 

O desafio das lojas virtuais é grande. Passa por sempre renovar a comunicação para ser visto e lembrado, prover uma boa experiência ao cliente dentro do site, unir estratégias que são tendência e por fim agradar. 

Fonte: Assessoria de Imprensa 


Nenhum comentário:

Postar um comentário