domingo, 29 de maio de 2022

INSTAGRAM LIDERA ENGAJAMENTO NAS PLATAFORMAS DIGITAIS

 

As mudanças no comportamento e nos hábitos de consumo da sociedade vividas nos últimos dois anos continuam gerando efeitos na população digital, que segue ascendente no Brasil e em todo o mundo. O recente relatório da Comscore intitulado “Tendências e Comportamentos Digitais 2022” indica que o número de pessoas acima de 18 anos conectadas no País chegou a 131,8 milhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de mais de 4% em relação ao mesmo período no ano passado, quando eram 126,5 milhões.

paper aponta também que, entre as tendências de consumo, o Metaverso deve trazer importantes transformações para os negócios: desde outubro de 2021, o termo já registrou 228 mil menções nas redes. Já as movimentações dos usuários de maneira geral nas redes sociais registraram um aumento de 31% durante o ano de 2021, chegando à marca de 13,4 bilhões de ações. Também foram contabilizados mais de 9,8 milhões de conteúdos produzidos, 19% acima da média de 2020.

Neste sentido, o Instagram se destaca como a plataforma com maior share de ações e de comentários. Entre as 9 bilhões de interações, a rede foi responsável por 68% do share de ações e respondeu por 50% dos 219 milhões de comentários registrados nas plataformas - crescimento de 52% em relação ao último ano. Dentro deste volume, os Influencers já respondem por quase 64% do total de engajamento registrado em 2021, porém representam apenas 10% do total de conteúdos publicados.

Em relação às categorias em alta, embora responda por apenas 26% do share nas redes sociais, o Facebook ainda se destaca no número total de ações voltadas às áreas de Publishing e Media/Entertainment. Já no Instagram, conteúdos relacionados a Esportes e Mídia Online possuem maior engajamento entre os conectados. E, sem surpresas, o fenômeno Anitta aparece como a principal influencer na categoria Música, seguida por Gusttavo Lima, Luisa Sonza, Larissa Manoela e Zé Felipe no top 5.

Conexão mobile

Ainda segundo a Comscore, o acesso via dispositivos móveis cresceu em ritmo ainda mais acelerado no último ano, atingindo uma audiência de 120,5 milhões de usuários em março de 2022 - uma alta de 7,5% em relação ao início de 2021 (112 milhões). Quanto ao total de pessoas conectadas no País, aquelas que acessam a internet exclusivamente por mobile chegam à marca 84,6 milhões, as que usam apenas dispositivos desktop são 11,6 milhões, e as que utilizam ambas as plataformas são 35,9 milhões.

Além disso, a análise mostra que o brasileiro passa, em média, 3 horas e 38 minutos por dia conectado à rede. Dentro deste tempo, a quantidade de minutos consumida por meio de dispositivos móveis teve uma alta de 12% entre dezembro de 2020 e dezembro de 2021, enquanto o acesso via desktop diminuiu 26% - a maior queda no comparativo com os últimos três anos. Como resultado, 79% dos vídeos reproduzidos na internet são consumidos nos celulares ou tablets.

“Na América Latina, o Brasil é destaque em audiência exclusiva móvel, seguido de México, Colômbia e Argentina. Isso reforça que as marcas precisam pensar em conteúdos que atendam os usuários conectados por meios destas plataformas, com alta navegabilidade e baixo tempo de respostas”, analisa Ingrid Veronesi, diretora sênior da Comscore para Brasil.

No mundo, entre os quase 216 milhões de usuários conectados globalmente, Google, Facebook e Microsoft alcançam juntas mais da metade da população digital, já entre as propriedades de maior alcance, Xiaomi, Byte Dance,INC. (TikTok) e Spotify são as que mais cresceram em unique visitors entre 2020 e 2021.

Em relação às categorias mais acessadas em todo o mundo, Serviços, Notícias, Social Media, Entretenimento e Varejo formam o top 5. Enquanto isso, no Brasil, entre as que despertam maior interesse entre os indivíduos conectados, Entretenimento segue como a líder, seguida por Games, o que reforça a relevância dos dois territórios para a comunicação das marcas em território nacional.

Na área de Games, que soma 16 milhões de usuários, o relatório aponta que o perfil dos Game Experts é formado em 70,7% por homens e 28,9% por mulheres, majoritariamente (44,7%) da classe C, empregados (65,2%) e com o segundo grau completo (36,6%). Dentre eles, 11,4% desejam mudar de emprego, 12,9% pretendem comprar a primeira casa ou apartamento, 9,5% querem se casar, 12,3% planejam viajar pela primeira vez ao exterior, e, coincidentemente, 12,3% têm a intenção de começar ou retornar à universidade, até outubro de 2022.

Tendências de consumo

O relatório da Comscore indica ainda que o comportamento do brasileiro na internet aponta para tendências de consumo. As cinco categorias que mais cresceram em tempo de acesso exclusivamente mobile entre dezembro de 2020 e dezembro de 2021 foram: Atividades Imobiliárias (31%), Educação (26%), Saúde (24%), Governo (21%) e Viagem (18%) - esta última impulsionada pelas subcategorias Informações sobre Viagens e Companhias Aéreas.

Na categoria de Viagens, formada principalmente por consumidores da classe C, 39 milhões de usuários pretendem viajar de avião até outubro de 2022 - aproximadamente 76,6 mil têm planos de ir ao exterior e 75,8 mil preferem conhecer o Brasil.

Na categoria Varejo, o número de minutos consumidos por usuário também cresceu durante os meses de compras de final de ano em 2021: em média, 4 a 5 horas foram gastas por visitante entre outubro e dezembro do último ano. Os períodos que antecedem a Black Friday e o Natal cresceram 23% e 8%, respectivamente, enquanto o mês de novembro registrou um aumento de quase 10% no número de minutos consumidos em varejo digital.

Entre os marketplaces com mais acesso no Brasil, Mercado Livre segue líder, junto da B2W e da Shopee, a gigante chinesa que em menos de um ano alcançou o top 3. Amazon e Magalu entram no ranking das top 5, porém, apenas B2W, Shopee e Amazon apresentaram crescimento em número de usuários únicos no último semestre.

Outro destaque neste período foi que, embora a Black Friday de 2020 tenha sofrido o impacto da pandemia com retração de vendas comparado ao ano anterior, em 2021, o Varejo atingiu sua melhor performance dos últimos dois anos, com 107% de aumento em usuários únicos navegando na categoria no último ano.

Quem são e como se comportam os usuários brasileiros

Ao analisar o perfil dos usuários brasileiros, a Comscore comprovou uma equidade entre os gêneros da população digital: 50% são homens e o mesmo percentual são mulheres. Já o recorte sob a faixa etária revela que a maior concentração desses usuários está entre as gerações baby boomer (45+ anos) e millenial (25 - 34 anos). Enquanto, geograficamente, a região que lidera em número de consumidores é o Sudeste (47%), seguida pelo Nordeste (25%), Sul (15%), Centro-Oeste (8%) e Norte (6%) em quantidade de pessoas conectadas.

Os baby boomers também têm passado mais tempo conectados. Segundo a Comscore, a população digital acima dos 45 anos aumentou seu consumo de internet em 17% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Além disso, o relatório da empresa também constatou que as categorias Social Media e Services foram líderes de audiência em dezembro de 2021, nas quais os usuários acumularam 346 bilhões e 162 bilhões em minutos de navegação pelas plataformas de interação social - entre elas o Facebook segue, com folga, na liderança em relação ao tempo de consumo e números de usuários entre os internautas.

Já entre os aplicativos mobile preferidos dos usuários, os líderes de audiência são WhatsApp, Instagram, YouTube e Facebook.

O relatório completo da Comscore sobre Consumo Digital pode ser acessado aqui.

Sobre a Comscore

A Comscore (NASDAQ: SCOR) ajuda especialistas em marketing e empresas de mídia em cada etapa do ciclo de publicidade, em todas as plataformas. Com dados que combinam inteligência digital, TV ao vivo, visualizadores de filmes e OTT com informações avançadas sobre o público, a Comscore permite que compradores e vendedores de mídia quantifiquem o comportamento de várias telas e tomem decisões de negócios com confiança. Líder comprovado na medição de audiências digitais, audiências de set-top box e publicidade em escala, a Comscore é uma fonte independente, confiável e abrangente de terceiros para medição entre plataformas.

Para mais informações sobre a Comscore, visite o site.

O relatório completo da Comscore sobre Consumo Digital pode ser acessado aqui: 

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário