segunda-feira, 6 de junho de 2022

CRIADORA DO CANAL LARICA VEGANA LANÇA SEU NOVO LIVRO “VEGANISMO DESCOMPLICADO”

 


Em Veganismo descomplicado: Manual para um modo de viver saudável, barato e sustentável, lançamento do selo Academia, da Editora Planeta, a cozinheira e criadora de conteúdo Luísa Motta apresenta os princípios do veganismo -- “um movimento que busca reduzir ao máximo, dentro do possível e praticável, a exploração animal em todas as esferas da vida, não só na alimentação”.
 
Através de histórias pessoais e fatos, a criadora do canal Larica Vegana compartilha com o leitor suas motivações para esta mudança de hábito e rotina, as maiores dificuldades do processo, bem como as principais estratégias para vencer os desafios. “Quando nos tornamos veganos, uma das primeiras lições é esta: saber decidir entre o que consideramos certo e o que temos vontade de fazer. Acredito que somos colocados diante dessa encruzilhada muitas vezes na vida. No caso dos veganos, muitas vezes durante refeições, banhos, faxinas ou momentos de consumo. (...) A jornada do veganismo não é linear e está tudo bem”, afirma no livro.
 
A autora destrincha ainda alguns tabus por trás do modo de vida vegano -- a suposta deficiência de vitaminas associadas à proteína animal, por exemplo --, os benefícios de uma dieta à base de plantas e como o veganismo extrapola a alimentação, impactando todas as esferas da vida -- dos produtos que a pessoa usa em si, passando pelos materiais de limpeza da casa, chegando em última instância à cadeia produtiva de todo e qualquer item que consume. De forma consciente e com uma linguagem muito acessível, Luísa lembra que o veganismo é um movimento político, cuja existência depende de um contexto de segurança alimentar e o qual se relaciona a outras pautas, como o combate às monoculturas e ao uso de agrotóxicos.
 
Finalizando a publicação, a cozinheira oferece 30 receitas simples e inéditas, lista de compras que não devem faltar na casa do vegano, bem como perfis de médicos, nutricionistas e influenciadores que adotaram o veganismo. “Tudo isso para segurar na sua mão, para você não cair quando tropeçar. Quero ser aquela amiga vegana que eu não tive, que vai te ajudar a entender e a viver o veganismo. Porque, afinal, não é tão complicado.”
 
O QUE ENCONTRAR NO LIVRO

Bases teóricas e políticas do veganismo

Experiências pessoais de como adotar um modo de vida vegano

Os desafios de torna-se vegano e a relação com familiares e amigos

Dicas de como adquirir nutrientes normalmente associados ao consumo de proteína animal

30 receitas veganas inéditas, adequadas para diferentes situações

O que configura a refeição ideal para Luísa Motta

Lista do que deve conter no carrinho de compra do vegano

Planejar, congelar, higienizar, regra de uma panela: os pilares para uma comida prática

Dicas de como substituir produtos de limpeza não veganos

Lista de marcas de beleza sem crueldade animal ou com linhas veganas
 
FICHA TÉCNICA

Título: Veganismo descomplicado: Manual para um modo de viver saudável, barato e sustentável

Autora: Luísa Motta

Páginas: 176 pp.

Preço livro físico: R$ 54,90

Editora Planeta | Selo Academia
 
SOBRE

AUTORA

Vegana há quatro anos, Luísa Motta é cozinheira e criadora de conteúdo, conhecida pelo projeto Larica Vegana, que nasceu da vontade de trazer uma nova abordagem para a cozinha, longe de ingredientes inacessíveis e receitas complicadas. Luísa também dá palestras e workshops presenciais, tendo se apresentado em faculdades como a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Com mais de 7 mil e-books vendidos e 690 alunos da primeira edição do curso Cozinha Vegana Intuitiva, Luísa dedica-se a quebrar os tabus relacionados ao veganismo e mostrar os caminhos para um estilo de vida mais consciente.

SELO ACADEMIA

O selo Academia tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos leitores, apresentando soluções simples para problemas complexos. Ideias claras, rápidas e diretas sobre espiritualidade, saúde, bem-estar e motivação são ferramentas para aqueles que não podem perder tempo.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário