domingo, 5 de junho de 2022

VAI COMEÇAR MAIS UMA EDIÇÃO DA RESIDÊNCIA BASE

 

Em sua quarta edição, a RESIDÊNCIA BASE, produzida por Esmir Filho, Thereza Menezes, Mariana Bastos e Fernando Sapelli, abre as inscrições para a temporada de 2022. A BASE é uma residência de roteiros para cinema que se propõe a deslocar roteiristas do seu ambiente e levá-los para uma imersão na natureza em diálogo com outros roteiristas e consultoria especializada, além de encontros com grandes nomes da área que compartilham sua experiência.

As inscrições poderão ser feitas a partir de 13 de junho, e nesse ano o programa gratuito aceitará roteiristas de todo o Brasil. Interessados devem se inscrever pelo site www.residenciabase.com, até o dia 03 de julho. Os selecionados para a 4a edição serão divulgados em 03 de agosto, e a residência acontece entre 18 e 25 de agosto.

Contando com a participação de profissionais renomados do cinema brasileiro, o programa permite uma discussão aprofundada com os roteiristas selecionados trazendo assim um olhar experiente para seus projetos. Além disso, a consultoria também dará oportunidade a novos talentos.

Para se inscrever, é necessário preencher um cadastro, e enviar um argumento de longa-metragem de 5 (cinco) a 8 (oito) páginas. As inscrições são limitadas a 400 projetos, por isso é importante que os interessados se inscrevam o quanto antes. Uma comissão julgadora, escolhida pela RESIDÊNCIA BASE, selecionará os projetos para a segunda etapa de entrevistas, e a partir dela, cinco projetos – de ficção, documentário ou animação – serão selecionados.

A residência contará com o apoio do Projeto Paradiso, que tem por objetivo investir em formação profissional e geração de conhecimento com programas de bolsas e mentorias, além de cursos, seminários e estudos. A iniciativa, focada na internacionalização, atua por meio de parcerias com instituições de referência no Brasil e no mundo, criando oportunidades para profissionais em diferentes fases da carreira.

No dia 14 de junho, às 10h, acontecerá um bate-papo aberto com organizadores da Base, uma representante do Projeto Paradiso e ex-participantes da Residência para explicar melhor seu funcionamento e tirar dúvidas do público. A conversa poderá ser acompanhada online pelos interessados. Inscreva-se aqui para participar.

Também como parceiro desse ano, a BASE terá apoio do NAVEGA, plataforma de cursos online com mestres da cultura brasileira, que dará para todos os selecionados um curso gratuito a ser escolhido dentro de seu catálogo.

A 3a edição do projeto, que aconteceu no ano passado, e teve como consultora a cineasta Josefina Trota, contou com mais de 120 inscritos, dos quais 12 foram selecionados para uma entrevista on-line, e, por fim, 5 participaram do programa, que, por conta da pandemia, se restringiu a projetos de roteiristas da grande São Paulo. “Esse ano estamos felizes que as inscrições serão para todo Brasil. Conseguiremos angariar mais projetos e atingir mais pessoas de diferentes regiões do país.”, diz Esmir Filho.

Os criadores da RESIDÊNCIA BASE destacam a importância de todo o processo de imersão e discussão para desenvolvimento de roteiros e futuros filmes. “Uma semana longe do cotidiano, permite aos participantes mais foco em seus projetos, um convite a se pensar seu trabalho de outras maneiras, e se dedicar a ele com exclusividade”, explica Thereza.

Esmir, cineasta experiente, com filmes como “Os Famosos e os Duendes da Morte” e a série “Boca a Boca”, também reforça a importância de uma oportunidade como essa da RESIDÊNCIA BASE. “Muitas vezes ficamos tempo demais trabalhando sozinhos em nossos roteiros, ou temos que dividir o tempo com outras atividades, e o programa permite tanto a imersão exclusiva no projeto, quanto a troca com outros colegas e profissionais experientes, o que acaba trazendo novos olhares e dando um novo fôlego. E nesse ano estamos felizes que as inscrições serão para todo Brasil. Conseguiremos angariar mais projetos e atingir mais pessoas de diferentes regiões do país”.

Os roteiristas selecionados ficarão hospedados na Pousada Fazenda Maristela (Tremembé), de 18 a 25 de agosto. Também por conta da pandemia, os participantes serão testados antes e após a estadia, e deverão seguir os protocolos de segurança e as orientações da OMS para prevenção da COVID-19.

A RESIDÊNCIA BASE é um programa realizado com patrocínio da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo (PROAC), apoio do Projeto Paradiso, Pousada Fazenda Maristela e Navega. E produzido pela Saliva Shots e Claraluz Filmes.

SOBRE OS REALIZADORES

Esmir Filho

Esmir Filho viajou com seus filmes para diversos festivais nacionais e internacionais. Seu primeiro longa “Os Famosos E Os Duendes Da Morte” (2009) – distribuído pela Warner Bros – foi o vencedor do Festival do Rio, além de ter sido selecionado para a competição oficial de Locarno e Berlim, e conquistado prêmios de melhor filme, direção e crítica em Havana, Valdívia e Guadalajara. É co-autor do hit de internet “Tapa Na Pantera”, com mais de 10 milhões de acessos no Youtube. Seu curta “Alguma Coisa Assim” (2006) ganhou prêmio de melhor roteiro na Semana da Crítica do Festival de Cannes, enquanto “Saliva” (2007), também exibido em Cannes, foi escolhido para ser o curta representante do Brasil na corrida para o Oscar. Em 2012, foi condecorado com o prêmio de cinema da Academia Brasileira de Letras. Dirigiu e produziu a peça-instalação-live-cinema "Kollwitzstrasse 52", que ficou em cartaz no MIS - Museu de Imagem e Som. Em 2018, lançou o longa “Alguma Coisa Assim”, co-produção Brasil-Alemanha, a partir do curta homônimo premiado em Cannes. Em 2020, lançou sua primeira série como showrunner e diretor na Netflix, “Boca a Boca”. Também em 2020, lançou “Verlust”, seu terceiro longa, uma coprodução Brasil e Uruguai, em conjunto com a Globo Filmes.

Fernando Sapelli

Fernando Sapelli é formado em Cinema e Novas Mídias, assim como artes dramáticas pela Universidade da Califórnia, Santa Barbara. Em Los Angeles, trabalhou na produtora Appian Way, do ator Leonardo Di Caprio, e na Sony Pictures Television. Em 2014 fundou a produtora Claraluz Filmes. Desde que a produtora iniciou suas atividades, já produziu longas metragens como "Exodus - De Onde Eu Vim Não Existe Mais" (2016), dirigido por Hank Levine e com estreia na Mostra Internacional de São Paulo, "Alguma Coisa Assim" (2017), dirigido por Esmir Filho e Mariana Bastos, com estreia no Festival do Rio onde recebeu o prêmio de melhor edição, e mais recentemente, “Raquel 1:1” (2022), de Mariana Bastos, com lançamento mundial no renomado festival South by Southwest (SXSW), nos Estados Unidos. O filme também foi selecionado para a Competição Oficial do Festival de Cinema de Guadalajara. Em 2020 lançou como produtor, através do selo Fetiche Features. a série original Netflix “Boca a Boca”. Atualmente, se prepara para lançar os longas “La Parle”, uma co-produção Brasil-França, e com participação do Atelier de Cinema de Claude Lelouch, a “Telas”, com direção de Leandro Goddinho.

Mariana Bastos

Mariana Bastos recém lançou seu segundo longa-metragem, "Raquel 1:1”, um suspense bíblico pop, que teve sua estreia mundial no renomado festival South by Southwest (SXSW), nos Estados Unidos. O filme também foi selecionado para a Competição Oficial do Festival de Cinema de Guadalajara. Mariana também dirigiu a série original Paramount+ “As Seguidoras”, lançada no primeiro trimestre de 2022. Escreveu e dirigiu seu primeiro longa-metragem "Alguma Coisa Assim", uma coprodução Brasil - Alemanha, ao lado de Esmir Filho, a partir do curto homônimo premiado no Festival de Cannes.

Roteirizou e assumiu a Direção Geral da série de doc-reality "Expedição Xingu", para a Rede Globo - Fantástico. Trabalhou para grandes produtoras e emissoras do Brasil como Paranoid BR, Barry Company, Globomedia, Saliva Shots, Rede Globo, GNT, Sony, entre outras.  Foi roteirista da série "Tudo o que é Sólido Pode Derreter", da TV Cultura. Venceu por duas vezes o concurso de roteiros do Festival Cultura Inglesa, o que lhe permitiu realizar curtas-metragens (“Perto de Qualquer Lugar”, em 2007, e “Sete Anos Depois”, em 2014) premiados em vários festivais nacionais e internacionais. Mariana é uma das autoras do hit da internet "Tapa na Pantera", com mais de 10 milhões de acessos no Youtube. 

Thereza Menezes

Dirigiu o curta metragem documental "SABA", juntamente à Gregório Graziosi, que entrou na seleção do Cinefondation da 60a edição do Festival de Cannes. Trabalhou como editora e produtora durante alguns anos até entrar como sócia na produtora Saliva Shots e trabalhar como produtora executiva de diversos projetos, entre eles, programas de TV, vídeos clipes e longas metragens. Como produtora executiva, lançou dois longas-metragens: "Eu Nunca" (2015), dirigido por Kauê Telloli e "Alguma Coisa Assim" (2017), dirigido por Esmir Filho e Mariana Bastos - além de diversos programas de televisão para GNT e SESCTV. Em 2020, lançou, através de novo selo Fetiche Features, a série original da Netflix “Boca a Boca” e o filme “VERLUST” de Esmir Filho com Andrea Beltrão e Marina Lima, pela Saliva Shots, em co-produção com a Casa de Cinema de Porto Alegre. Desde 2016, está a frente do bloco de carnaval Pagu que hoje é um dos maiores blocos da cidade.      


Para saber mais sobre a terceira edição: https://vimeo.com/618167366

SERVIÇO

4ª edição do programa RESIDÊNCIA BASE

Inscrições: 13 de junho a 03 de julho

www.residenciabase.com

Residência Base: 18 a 25 de agosto

Local: Fazenda Maristela (Tremembé)

Realizadores: Esmir Filho, Fernando Sapelli, Mariana Bastos

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário