segunda-feira, 6 de maio de 2019

LIVRO DE PAULO TARSO MOSTRA RELAÇÕES ENTRE ‘GRANDE SERTÃO’ E A FILOSOFIA DE DELEUZE


Uma obra que mostra as relações entre a obra de Guimarães Rosa e a filosofia de Gilles Deleuze. Escrita por Paulo Tarso Cabral Medeiros, escritor e professor, “Travessuras do desejo em Grande Sertão: Veredas” é mais uma publicação da Arribaçã Editora. Por decisão do autor, não haverá lançamento oficial, mas a obra já pode ser adquirida no site da editora (www.arribacaeditora.com.br) ou diretamente com Paulo Tarso, pelo email paultars@uol.com.br.

No prefácio do livro, o professor da USP, João Adolfo Hansen, destaca que o leitor da obra realiza uma experiência singular. ler “Grande Sertão: Veredas” com Deleuze e, às vezes, o filósofo com o romance. “Nem sociologia, nem estilística, nem religião, nem psicologia, Paulo lê a literatura de Rosa como encenação de atos de fingimento. Está interessado na materialidade dos processos discursivos, por isso leva o leitor para o mato, longe da familiaridade mimética do círculo hermenêutico em que a forma, por mais singular que seja, encontra seu centro, sua causa e sua norma numa unidade de representação dada como evidente”, analisa.

Luiz B.L. Orlandi, professor da Unicamp, afirma que o acontecimento que se recria ao longo da leitura deste livro é o da virtual contaminação mútua de distintas travessuras do pensar e do sentir. Já o editor Lenilson Oliveira diz que o livro de Paulo Tarso Cabral de Medeiros vem atender plenamente aos dois principais campos de estudo a que se propõe: a pragmática da composição literária de Guimarães Rosa, à luz de vários estudiosos, e a filosofia dentro da obra rosiana.

O livro “Travessuras do desejo em Grande Sertão: Veredas” tem projeto gráfico de Aristóteles Alves, capa de Leonardo Guedes, a partir de foto de Maria Luiza Pereira, e impressão e acabamento da Gráfica Ideal. A obra é uma versão revista da Tese de Doutorado apresentada pelo autor ao Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Paulo Tarso Cabral de Medeiros é professor do Departamento de Ciências Sociais, do Programas de Pós-Graduação em Sociologia e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Graduado em Ciências Sociais, Mestre em Teoria Literária e Doutor em Filosofia, todos pela UNICAMP / SP, é autor de “A Aventura da Jovem Guarda” (Brasiliense) e “Mutações do sensível - rock, rebeldia e MPB pós-68” (Manufatura), além de colaborar em algumas coletâneas e de publicar vários artigos em jornais e revistas acadêmicas.

Sobre a Arribaçã Editora

Criada pelos jornalistas e poetas Lenilson Oliveira e Linaldo Guedes, a Arribaçã Editora tem suas raízes fincadas no Alto Sertão da Paraíba, mais especificamente em Cajazeiras. A editora trabalha com obras literárias, acadêmicas, biografias, entre outras. A editora foi criada no segundo semestre de 2018 e já tem vários livros publicados. Contatos podem feitos na página da editora no Facebook e Instagram ou pelo e-mail: arribacaeditora@gmail.com A editora também tem canal no youtube

Fonte/Fotos-reprodução/divulgação: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário