quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

IVECO CONQUISTA O RALLY DAKAR 2016 E FECHA A COMPETIÇÃO COM QUATRO PILOTOS NO TOP 10

Gerard de Rooy, líder da equipe, acelerou seu PowerStar e venceu pela segunda vez uma das competições mais difíceis do mundo.
 
Depois de vencer com a Iveco a edição 2012 do Rally Dakar, o holandês voltou ao topo com seu segundo título em uma competição que exigiu garra e coragem dos competidores.
 
Com a ajuda do navegador Moi Torrllardona e do mecânico Darek Rodewald, Gerard de Rooy foi capaz de manter um ritmo constante com o seu Iveco Powerstar ao longo de toda a corrida. Ele ganhou três etapas e abriu vantagem quando necessário, como nas dunas do noroeste argentino.
 
Além do bicampeonato de De Rooy, a Iveco mostrou a força de seus caminhões Powestar e Trakker, e colocou mais três pilotos no top 10 da classificação geral: Federico Villagra em 3º, Ton Van Genugten em 5º e Pep Vila em 10º.

A última etapa, realizada ontem, atravessou as cidades argentinas de Villa Carlos Paz e Rosário e teve como vencedor Hans Stacey. Vilagra marcou o melhor tempo para a equipe, chegando à sexta posição, De Rooy foi o 7º, Ton Van terminou em 15º lugar e Pep Vila em 17º.

ETAPA 12 – CAMINHÕES
1. Hans Stacey (NLD), MAN – 2h06m08s
2. Pieter Versluis (NLD), MAN – a 1m45s
3. Eduard Nikolaev (RUS), Kamaz – a 2m08s
4. Martin Kolomy (CZE), Tatra – a 2m52s
5. Airat Mardeev (RUS), Kamaz – a 3m13s
————-
6. FEDERICO VILLAGRA (ARG), IVECO – a 3m16s
7. GERARD DE ROOY (NLD), IVECO – a 5m56s
15. TON VAN GENUGTEN (NLD), IVECO – a 19m45s
17. PEP VILA (ESP), IVECO – a 22m05s
 
CLASSIFICAÇÃO GERAL – CAMINHÕES
1. GERARD DE ROOY (NLD), IVECO – 44h42m03s
2. Airat Mardeev (RUS), Kamaz – a 1h10m27s
3. FEDERICO VILLAGRA (ARG), IVECO – a 1h40m55s
4. Hans Stacey (NLD), MAN – a 2h23m01s
5. TON VAN GENUGTEN (NLD), IVECO – a 2h30m59s
————-
10. PEP VILA (ESP), IVECO – a 4h55m04s
– ALEŠ LOPRAIS (CZE), IVECO – abandono
 
Por: Página 1 comunicação- Fonte: NaBoleia.
 
Foto: Reprodução/divulgação - Legenda - Da esquerda para a direita: Darek Rodewald, Gerard de Rooy e Moi Torrllardona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário