quarta-feira, 18 de maio de 2016

MEC AUTORIZA MAIS 186 UNIDADES DA UNICESUMAR NO BRASIL - BRUSQUE E REGIÃO

Em plena crise, quando praticamente todos estão sendo afetados de alguma forma, a Unicesumar, que já consta no ranking nacional do MEC com uma das 100 melhores instituições de ensino do país (na região obteve a melhor nota entre todas as presenciais e EAD) em função do Índice Geral de Cursos (IGC), não para de crescer. A instituição recebeu a autorização do MEC para instalação de 186 novas unidades em todo o Brasil, sendo que oito serão em Santa Catarina.
 
O alto índice de qualidade no MEC colaborou para um processo rápido e de maior respaldo pelo Ministério da Educação, em função da classificação de confiabilidade da instituição. Publicado no Diário Oficial da União na portaria 193, do MEC, com as autorizações para aberturas das unidades em Santa Catarina, nas cidades de: Brusque, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Imbituba, Itajaí, Joinville e Xanxerê.

Agora serão 263 unidades em todo o Brasil, somadas às unidades já credenciadas, sendo que em Santa Catarina serão 15 - incluindo os já credenciados e atuantes em Blumenau, Jaraguá do Sul, São Bento do Sul, Lages, São José (Grande Florianópolis), Balneário Camboriú e Ituporanga. A previsão de investimento é de mais de R$ 200 milhões no projeto de expansão pelo Brasil.
 
A Unicesumar é a segunda maior universidade em Santa Catarina em número de alunos na Educação a Distância (EAD). “Com esse crescimento no número de polos, o objetivo é alcançar a liderança em número de alunos no Estado. Faz quatro anos, que a Unicesumar está em primeiro lugar nos índices de qualidade do MEC. O Centro Universitário Unicesumar, hoje, entre 2.700 instituições de ensino do Brasil, já é considerado o 12º maior grupo educacional do País, segundo pesquisa da Consultoria Hopper. A instituição, com 80 mil alunos, pretende chegar a 110 mil até 2017”, revela Adriano Albano, diretor dos Polos em Blumenau e Jaraguá do Sul.

É interessante notar que, mesmo com as notícias de fechamento de empresas que estão todos os dias nos veículos de comunicação, só no início deste ano, ingressaram 25 mil novos alunos na Unicesumar. Já são 80 mil alunos em todo o Brasil. Desse total, 1,5 mil somente nos dois polos de Blumenau e Jaraguá do Sul, resultado que deu ao empresário Albano o reconhecimento de estar entre as 5 melhores unidades do Brasil em incremento de alunos em 2016, entre as mais de 70 existentes até então. “Nos últimos dois anos, as duas unidades juntas cresceram mais de 300%, o que mostra que a crise é só para quem não investe e não identifica oportunidades”, avalia.

Além da expansão, a Unicesumar não para de investir em suas unidades atuais. No início deste ano, o polo de Jaraguá do Sul trocou de sede e dobrou a capacidade de atendimento aos alunos. O polo de Blumenau, acaba de ampliar sua capacidade em mais de 50%. Com a reforma, tanto Blumenau quanto Jaraguá, agora contam com uma recepção maior, salas de aula novas espaços para estudos individuais e em grupo e um novo laboratório de informática. Além disso, há auditórios para 150 pessoas em ambas as unidades.

Adriano Albano é o responsável pelo sucesso dos polos de Blumenau e Jaraguá do Sul, há aproximadamente 4 anos, juntas já somam cerca de 5 mil alunos. “Todos os anos registramos o crescimento no número de matrículas. E, desde o ano passado, com o desemprego, percebemos que mais pessoas estão querendo investir na sua qualificação, o que, com certeza, ajuda a encontrar uma nova colocação”, explica Albano.
 
A unidade de São José na grande Florianópolis também deve mudar de sede ainda esse ano, para oferecer mais conforto aos estudantes.

SOBRE
 
INVESTIMENTO E ESTRUTURA
 
Os pilares que sustentam a expansão da Unicesumar são a qualidade, atuação nacional e a internacionalização promovida por meio da parceria com grandes universidades estrangeiras, como a Harvard, a Missouri (Estados Unidos), a Universidade Mayor, no Chile e a Universidade do Porto, em Portugal, por exemplo.

O investimento para esta expansão de polos de Educação a distância é de R$ 40 milhões em todo o Brasil. E o crescimento continua grande parte com recursos próprios. A instituição acaba de investir R$ 80 milhões em projeto de expansão em Maringá, local da sua sede, além do investimento em unidades presenciais em outras cinco cidades do Paraná.
 
Hoje a matriz possui mais de 100 mil m² de área construída, contando com hospital veterinário, hotel escola, restaurante escola, agência de turismo e farmácia (também para a prática), além de atendimento jurídico, odontológico e de outras áreas de saúde em seu campus presencial. Possui ainda o BIOTEC, centro de Biotecnologia animal, com fertilização in vitro e tecnologia de ponta. Seu curso de medicina teve no último vestibular, 3.500 candidatos para 100 vagas.

Como parte do projeto de expansão, a universidade concluiu um prédio de nove andares em sua matriz, que centralizando o setor administrativo no campus sede. Sobre o complexo administrativo no campus sede, em Maringá, a edificação é moderna, com recursos de sustentabilidade. O prédio tem, por exemplo, o sistema de energia fotovoltaica, que transforma a radiação solar em energia elétrica, diferentemente do sistema de energia solar, que não gera eletricidade. Tem um sistema de captação da água da chuva para reaproveitamento. Esteticamente, a edificação é toda em vidro e conta com três elevadores. Um prédio autossustentável.

Na capital do Paraná, foi entregue a primeira parte de uma construção do campus com 30 mil metros quadrados, onde já estão funcionando diversos cursos presenciais. Estão sendo investidos na obra cerca de R$ 85 milhões e a previsão é que estejam implantados até o final de 2016 em torno de 30 cursos na capital.
 
A instituição, que tem sede em Maringá e possui 26 anos de história no ensino superior, iniciou seu plano de expansão para todo o Estado há dois anos. Além de Curitiba, vem realizando investimentos para abertura de campi presenciais em Ponta Grossa, Londrina, Guarapuava e Arapongas.

ENSINO A DISTÂNCIA
 
De acordo com Albano, a Unicesumar tem tudo para crescer devido à fórmula de sucesso: qualidade, metodologia diferenciada e preços competitivos. Tudo isso é comprovado com o resultado do MEC, que no ano passado indicou que a instituição ficou com os melhores resultados do IGC na região, entre as presenciais e no ensino a distância.
 
“Hoje, um aluno de educação da instituição tem melhor resultado no ENADE do que alunos dos melhores cursos presenciais”, afirma. A instituição possui 80% de mestres e doutores em seu corpo docente, enquanto o MEC exige apenas 30%. O Guia do Estudante também aponta a instituição como uma das principais do País, com 21 cursos entre os melhores do Brasil.

O site da Revista Exame mostra uma pesquisa na qual coloca a Unicesumar com o melhor curso de Administração de Santa Catarina e, entre os 46 melhores do País, entre as mais de 3 mil instituições que oferecem esse curso.
 
Divulgado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), do MEC, o IGC é o instrumento construído com base em uma média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição brasileira. Assim sintetiza em um único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação (presenciais e a distância), mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino. A nota do IGC varia de 1 a 5.

O MEC leva em consideração, principalmente, as notas do ENADE dos cursos de instituição de ensino dos últimos três anos, sejam presenciais ou a distância. Uma instituição pode ter uma boa nota em um ou outro curso, mas só se tiver uma média muito boa em todos os cursos oferecidos, é que acaba tendo uma boa nota no IGC.
 
O índice leva em conta, ainda, a quantidade de mestres e doutores de uma instituição de ensino superior. Em Blumenau e em Jaraguá do Sul, a Unicesumar ganhou destaque, com nota 4, em primeiro lugar na lista, com o maior conceito do Ministério da Educação entre todas as instituições particulares de ensino presencial e a distância.

METODOLOGIA
 
A tecnologia é usada com o objetivo de proporcionar mais interatividade entre os alunos e os professores em todo o Brasil. “O aluno tem acesso ao melhor conteúdo, com flexibilidade de tempo e local de acesso. Mas não é fácil, para passar em nossos cursos é necessária muita dedicação para aprender, com o mesmo conteúdo de um curso presencial e mesma carga horária. O aluno precisa ir até a sede uma vez por mês. As outras atividades são todas virtuais, com aulas transmitidas ao vivo, gravadas, fórum de debates e outros recursos. Eles recebem um livro por disciplina, sem custo adicional, e têm acesso a mais de 300 mil livros físicos e também a uma biblioteca virtual”, explica Albano.
 
Fonte: New Age
 
Foto: Reprodução/divulgação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário