sábado, 25 de junho de 2016

CAROLINE MARINHO EXPÕE “IMERSÃO: TRÉGUAS SUBMARINAS” NA GALERIA DA LADEIRA

A artista multivisual Caroline Marinho expõe “Imersão: Tréguas Submarinas”. Sua primeira mostra individual traz uma série de desenhos que falam por si mesmos – são trajetórias que sugerem um grande mergulho em seu universo criativo irreverente e cosmopolita. A exposição fica em cartaz até 20 de julho, na Galeria da Ladeira - Ateliê Multicultural Elioenai Gomes. A visitação pode ser feita de terça a domingo, das 9h às 18h.
 
Artista autodidata, Caroline Marinho encontrou em meio ao caos um pouco de paz e resolveu gravá-la em folhas de papel. Começou a refugiar-se em seus rabiscos logo aos quatro anos de idade, colorindo as paredes de um pequeno apartamento na Zona Leste de São Paulo e não parou mais. Desde então segue experimentando novos estilos, técnicas e materiais, alimentando a paixão pelo nanquim, aquarela, lápis de cor e minimalismo.

A forma como a artista se inspira e produz sua arte está sempre direta ou indiretamente atrelada ao encanto pelas próprias sensações. E foi através do gozo de sua sensação mais devastadora que surgiu “Imersão: Tréguas Submarinas”, uma viagem ao profundo, delicado e lúdico submundo no qual imerge quando em contato com experiências distintas, capazes de fazê-la mergulhar em águas submarinas da própria consciência, mesmo quando a maré é alta, o fôlego insuficiente e o peito inquieto.

A data de abertura da exposição tem um sentido especial para a Caroline Marinho. Além de sua primeira realização artística, o dia marca a comemoração de seu 18º aniversário. “No seu aniversário, ela nos presenteia com essa oportunidade de expor seus trabalhos”, comemora o artista Elioenai Gomes, idealizador do Ateliê Multicultural, que abriga a Galeria da Ladeira.

SERVIÇO:
 
Exposição “Imersão: Tréguas Submarinas”, por Caroline Marinho
 
Visitação: até 20 de julho, de terça a domingo, das 9h às 18h
 
Local: Galeria da Ladeira - Ateliê Multicultural Elioenai Gomes (Ladeira da Borborema, 101, Varadouro, João Pessoa)
 
Entrada: gratuita
 
Fonte: Ana Felippe

Nenhum comentário:

Postar um comentário