quarta-feira, 21 de junho de 2017

COMPANHIA CANDONGAS ESTREIA “SÍSIFOS” NO FESTIVAL (EM) PROCESSO DO SESIMINAS

De 22 a 25 de junho, a Companhia Candongas estreia o espetáculo Sísifos, dentro do Festival (em) processo no Teatro de Bolso do Sesiminas, de quinta a sábado, às 20h, e no domingo às 19h. O espetáculo, realizado com recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, que conta com patrocínio da Cemig e do Governo de Minas Gerais, tem dramaturgia elaborada por Guilherme Théo e Gustavo Bartolozzi, a partir da pesquisa realizada sobre o Teatro do Absurdo. A direção é assinada por Cláudia Henrique, também integrante do grupo, e o elenco é formado por Antônio Rodrigues e Gustavo Bartolozzi. Na primeira quinzena de julho, de 06/07 a 16/07, de quinta a domingo, o espetáculo volta ao Teatro de Bolso do Sesiminas para curta temporada.

Com este novo espetáculo, o grupo amplia seu campo de estudos e conclui uma pesquisa de cinco anos sobre o universo do Teatro do Absurdo, na qual mergulhou no estilo dramatúrgico de seus autores mais expoentes, como Samuel Beckett, Eugene Ionesco, entre outros. No processo de desenvolvimento dramatúrgico, a montagem encontra ponto de interseção nas obras “O Mito de Sísifo”, do filósofo francês Albert Camus, e no “Mito da Caverna”, de Platão, além do livro “1984”, de George Orwell.

A questão principal da montagem é trazer ao público a possibilidade de refletir sobre sua condição humana e social, sua presença no seu meio, seu papel de cidadão e sua busca pela felicidade. O ponto de partida da dramaturgia é o paralelo entre a relação “vida x trabalho”, que estabelecemos no mundo contemporâneo, e o imaginário em torno de Sísifo, personagem da mitologia grega que, por enganar os deuses, é castigado com o trabalho eterno e repetitivo de carregar um rochedo até o cume de uma montanha. Segundo Albert Camus, Sísifo é, por excelência, o personagem símbolo da sua “Filosofia do absurdo”: o do homem em busca de sentido, unidade e clareza no rosto de um mundo ininteligível desprovido de Deus e eternidade.

Em cena, dois personagens refletem sobre sua relação com o poder e a felicidade, enquanto trabalham carregando suas pedras diárias.

A equipe do espetáculo é composta por parceiros da Companhia Candongas de outros trabalhos. A direção estética é assinada pelo artista plástico Marcelo Xavier. O cenário, figurinos e adereços foram confeccionados por Adriano Borges. Fernando Muzzi é o criador da ambientação sonora e da trilha original do espetáculo. Felipe Cosse e Juliano Coelho conceberam a iluminação, que dialoga com a coloração dos objetos de cena.

O espetáculo conta com o apoio do Sindieletro, Maria Flor, Crepúsculo, Asa de Papel e Pessoa.Agência de Relações Públicas, além do apoio cultural do Sesiminas.

SOBRE

CIA. CANDONGAS

Desde sua fundação em 1994, a Companhia Candongas dedica-se a estudar o teatro em suas múltiplas formas e manifestações. Seu principal objetivo é utilizar as artes cênicas como uma forma de expressão da cultura e do imaginário coletivo do homem, valorizando a cultura popular, em especial, a brasileira. Seus trabalhos trazem a forte marca de um teatro aberto, que busca um contato mais intenso com os espectadores.

FICHA TÉCNICA:

“Sísifos” – espetáculo da Companhia Candongas

Dramaturgia – Guilherme Théo e Gustavo Bartolozzi

Direção – Cláudia Henrique

Elenco – Antônio Rodrigues e Gustavo Bartolozzi

Cenário, figurino e adereços - Marcelo Xavier e Adriano Borges

Preparação Corporal - Marcos Miranda

Preparação técnica-vocal – Gustavo Bartolozzi

Direção Estética – Marcelo Xavier

Ambientação Sonora e Trilha Original – Fernando Muzzi

Gravação, Edição e Masterização - Estúdio Sérgio Moreira

Iluminação – Felipe Cosse e Juliano Coelho

Técnico de Som e Luz - Cleverson Eduardo

Produção Executiva - Débora Silva

Fotografia - Elmo Gomes e Aline Teixeira

Comunicação - Pessoa. Agência de Relações Públicas

Coordenação Administrativa - Cláudia Henrique

Coordenação de Produção e Comunicação - Gustavo Bartolozzi

Secretária Administrativa - Nilza Zanadreis

Consultoria de Gestão e Planejamento - Rômulo Avelar e Marcio Rimet

Realização - Cia Candongas e Outras Firulas

Patrocínio - Cemig. Através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura

SERVIÇO:

Sísifos

Estreia – Festival (em) processo

Data: 22/06 a 25/06

Horário: quinta a sábado: 20h/ domingo: 19h

Temporada

Data: 06/07 a 16/07 – de quinta a domingo

Horário: quinta a sábado: 20h/ domingo: 19h

Local: Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia, Belo Horizonte – MG

Foto/Crédito: Elmo Gomes

Fonte: Marcelo Moreira - Pessoa. Agência de Relações Públicas


Nenhum comentário:

Postar um comentário