domingo, 22 de julho de 2018

DOCUMENTÁRIO “CHE GUEVARA – ALÉM DO MITO” ESTREIA NO BRASIL COM EXCLUSIVIDADE NO CURTA!



A barba, a boina, o charuto e, claro, o olhar triunfante. A transformação de um guerrilheiro em lenda é o tema do documentário “Che Guevara - Além do Mito”, que estreia no Brasil com exclusividade no Curta!, na Sexta da Sociedade, 27, às 23h. O filme, dirigido por Tancrède Ramonet, desvenda como Che, para além de sua militância, preocupou-se em construir uma autoimagem de impacto para se sacralizar na História. Suas pouco conhecidas habilidades como escritor, fotógrafo e cinéfilo se somaram às suas atitudes revolucionárias na busca desse objetivo.

Um novo olhar para o passado também está na Terça das Artes, 24, às 23h30, com o episódio inédito da série exclusiva “Instantes Cruzados”. No programa, o apresentador Milton Guran propõe o diálogo entre Marc Ferrez, um dos mais importantes fotógrafos brasileiros do século XIX, e o Coletivo Mão na Lata, grupo de jovens fotógrafos da Favela da Maré que trabalha com uma técnica rústica de registro de imagens: a pinhole. O coletivo se inspira nas icônicas fotografias panorâmicas de paisagens cariocas de Marc Ferrez e apresenta sua interpretação das transformações visuais da paisagem brasileira.

Na Segunda da Música, 23, às 20h, Walter Franco é o artista que dá o tom ao episódio inédito da série musical exclusiva “Os Ímpares”. No programa, Ava Rocha e As Bahias e A Cozinha Mineira criam versões exclusivas para canções do disco de Franco “Revolver”. Lançado em 1975, o álbum de 15 faixas intrigou a crítica da época com composições e arranjos considerados tão originais quanto complexos. Em “Os Ímpares”, As Bahias e A Cozinha Mineira reinterpretam “Partir do Alto”, enquanto Ava Rocha relê “Revolver”, canção que dá título ao disco. E o próprio Walter Franco também participa do programa ao relembrar a produção do trabalho.

“Os Ímpares” é uma série documental que tem como tema a releitura de álbuns experimentais das décadas de 60 e 70 que não tiveram o devido reconhecimento na época do seu lançamento. Ao longo de dez episódios, figuras de peso da música brasileira contemporânea como Criolo, Bayana System e Tulipa Ruiz irão realizar releituras inéditas de álbuns de Jards Macalé, Di Melo, Itamar Assumpção, Walter Franco, Jorge Mautner, Pedro Santos, Ronnie Von, VerocaiMarku Ribas e Sérgio Sampaio. Com direção de Henrique Alqualo e Isis Mello, direção musical de Berna Ceppas e realização da Lunar Multimídia e da Moa Filmes, a atração foi produzida através de financiamento pelo Fundo Setorial do Audiovisual da ANCINE.

Na Quarta de Cinema, 25, às 20h, a faixa “A Vida é Curta!” traz uma seleção de animações para adultos. A sessão começa com a estreia de "O Ex-Mágico", de Mauricio Nunes e Olímpio Costa. O curta conta a história de um homem com misteriosos poderes, aparentemente sem passado, que está em busca de libertar-se das angústias que o mundo e seus dons mágicos lhe causaram. Em seguida, “O Quebra-Cabeça de Tarik”, da cineasta Maria Leite, traz a história de um cientista que substitui partes de seu corpo por máquinas para tornar-se imortal. Em seu laboratório, ele se prepara para receber a peça fundamental do seu grande projeto. Encerrando a faixa, “Dossiê Rê Bordosa”, de Cesar Cabral. O documentário em animação stop motion investiga os motivos reais que levaram o icônico cartunista Angeli a matar sua mais famosa criação, Rê Bordosa.

No episódio inédito da série “Alma Imoral”, na Quinta do Pensamento, 26, às 22h30, o rabino Nilton Bonder segue trazendo os conflitos de pessoas que romperam tradições e desafiaram territórios. Nesta semana, são apresentadas as histórias de Natali Cohen, performer anarquista que enfrenta autoridades para falar dos abusos contra palestinos, e de Jake Gabriel, que cresceu diante da expectativa de seus pais que queriam que ele fosse rabino, enquanto ele sonhava em ser cantor de rock. Nos anos 1980, Jake fez o caminho de volta para a tradição, mas, há alguns anos, enfrentou novamente os costumes ao doar esperma para que uma amiga lésbica engravidasse.

A série “Alma Imoral” tem direção de Silvio Tendler e foi produzida pela Caliban Produções Cinematográficas com exclusividade para o Curta!, através do financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual da ANCINE.

Também na Quinta do Pensamento, 26, só que às 23h30, a série “Alegorias do Brasil”, de Murilo Salles, parte de um dos principais personagens da literatura brasileira para discutir as ambivalências do nosso povo. No episódio “Macunaíma”, intelectuais como Ismail Xavier, Beatriz Jaguaribe, Eduardo Jardim e Eneida Maria de Souza relembram o emblemático personagem de Mário de Andrade para debater a linha tênue entre a esperteza e a malandragem, características do brasileiro.

“Alegorias do Brasil” é a primeira produção do cineasta Murilo Salles idealizada exclusivamente para a TV.  Ao longo de 13 episódios, as alegorias brasileiras - ou seja, as expressões culturais que afirmam a nossa identidade – são colocadas em discussão e analisadas por nomes como Vladimir Safatle, Silviano Santiago, Maria Rita Kehl e Nuno Ramos. A série é uma produção da Cinema Brasil Digital com financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual da ANCINE.

SEGUNDA DA MÚSICA

Os Ímpares (Série Musical) – Ep: Walter Franco – As Bahias e A Cozinha Mineira e Ava Rocha

As Bahias e A Cozinha Mineira criam uma nova versão para “Partir do Alto”, faixa do álbum “Revolver” de Walter Franco. Ava Rocha relê “Revolver”, canção que dá título ao disco. Walter fala sobre a produção do trabalho e as influências de sua obra. “Os Ímpares” é uma série documental que tem como tema a releitura de álbuns experimentais das décadas de 60 e 70 que não tiveram o devido reconhecimento na época do seu lançamento.

Diretores: Henrique Alqualo e Isis Mello.

Duração: 27 min.

Exibição: 23 de julho, segunda-feira, às 20h.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

24 de julho, terça-feira, às 14h.

25 de julho, quarta-feira, às 8h.


TERÇA DAS ARTES

Instantes Cruzados (Série Documental) – Ep: Mão na Lata: Abrindo o panorama - Um novo Rio de Janeiro

Instantes Cruzados”, apresentada por Milton Guran, seleciona fotos paradigmáticas que compõem um interessante acervo sobre a história desta arte no país e propõe sua releitura pelo olhar de fotógrafos contemporâneos. Marc Ferrez, importante fotógrafo brasileiro do século XIX, é conhecido por suas fotografias panorâmicas de paisagens do Rio de Janeiro e arredores, realizadas com câmeras especiais em negativos de grande formato, uma técnica rara de resultados incríveis. Para dialogar com Marc Ferrez, o convidado deste episódio é o Coletivo Mão na Lata.

Diretor: Sérgio Bloch.

Duração: 24 min.

Exibição: 24 de julho, terça-feira, às 23h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

25 de julho, quarta-feira, às 17h30.

26 de julho, quinta-feira, às 11h30.


QUARTA DE CINEMA

Projeções (Série Documental) – Guilherme Marcondes

A série “Projeções” joga luz sobre o mais recente cinema expandido brasileiro, em seus diferentes gêneros e formatos. O programa conta com 15 episódios em que realizadores falam frente às suas obras projetadas, expondo seus processos de criação, desafios e conquistas. Neste episódio, o entrevistado é o diretor Guilherme Marcondes, que debate a Cidade de São Paulo, o simbólico e o fantástico em seus filmes "Tyger" e "Caveirão".

Diretora: Renata Druck.

Duração: 14 min.

Exibição: 25 de julho, quarta-feira, às 23h40.

Classificação: 10 anos.

Horários alternativos:

26 de julho, quinta-feira, às 17h40.

27 de julho, sexta-feira, às 11h40.

A Vida é Curta

Esta semana, a faixa traz uma seleção de animações para adultos composta pelos curtas "O Ex-Mágico, “O Quebra-Cabeça de Tarik” e “Dossiê Rê Bordosa”.

Exibição: 25 de julho, quarta-feira, às 20h.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:


QUINTA DO PENSAMENTO

Alma Imoral (Série Documental) – Ruptura e Território

O quarto episódio da série mostra que, para o texto bíblico, a linhagem feminina é que tem o protagonismo na traição. Eva, Sara, Rute e as filhas de Lote rompem com as tradições para perpetuar a espécie. Assim, o filho messiânico nasce não do cumprimento das leis, mas da sua transgressão. Aqui transitamos no campo das rupturas através da arte e da espiritualidade.

Diretor: Silvio Tendler.

Duração: 52 min.

Exibição: 26 de julho, quinta-feira, às 22h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

27 de julho, sexta-feira, às 16h30.

29 de julho, domingo, às 18h.


Alegorias do Brasil (Série Documental) – Macunaíma

Criado por Mário de Andrade, o personagem do romance Macunaíma tornou-se a grande alegoria modernista do Brasil. De um lado, é esperto e livre. De outro, mentiroso e malandro. Suas ambivalências são as do próprio brasileiro. O herói é sem caráter: não é nem bem e nem mal caráter. É aberto e plástico. Mas acaba morto. Será que hoje ainda há espaço para o malandro, que não obedece e nem afronta a lei, mas dribla a lei? Ainda somos macunaímicos?

Dretor: Murilo Salles.

Duração: 26 min.

Exibição: 26 de julho, quinta-feira, às 23h30.

Classificação: Livre.

Horários alternativos:

27 de julho, sexta-feira, às 17h30.

29 de julho, domingo, às 10h.


SEXTA DA SOCIEDADE

Che Guevara - Além do Mito

Apesar de sua conhecida importância revolucionária, o surgimento do mito Che Guevara foi também uma construção. Ao longo de sua vida, o guerrilheiro, que era também escritor, fotógrafo e cinéfilo, se preocupou em construir uma autoimagem de impacto para se sacralizar na história. Esse documentário busca ultrapassar o símbolo de barba, boina e charuto e mostrar quem era o homem por trás do mito.

Diretor: Tancrède Ramonet.

Duração: 52 min.

Exibição: 27 de julho, sexta-feira, às 23h.

Classificação: Livre

Horários alternativos: 28/07 às 11h40.

29 de julho, domingo, às 22h15.

30 de julho, segunda-feira, às 17h.

31 de julho, terça-feira, às 11h.

Sobre o Curta!

Dedicado às artes, à cultura e às humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, o canal pauta a sua programação pelos seguintes temas: música, dança, teatro, artes visuais, arquitetura, metacinema, filosofia, literatura, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurtahttps://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta.


Fonte/Foto-reprodução/divulgação: Assessoria de Imprensa – Legenda: Fotografia icônica de Che integra documentário que estreia com exclusividade no Curta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário