domingo, 22 de julho de 2018

NOVO DOCUMENTÁRIO INVESTIGA A OBRA DE RAMMELLZEE, ARTISTA PIONEIRO DO HIP-HOP


A Red Bull TV estreia o documentário “RAMMΣLLZΣΣ: Não é quem, mas o quê", que aborda a vida e a obra do lendário artista Rammellzee, grafiteiro pioneiro do hip-hop, criador de mitos e ícone cult de Nova York nos anos 1980 (assista aqui: https://www.youtube.com/watch?v=PjAfVHSeIvY).

Por meio de uma jornada cósmica, o filme, escrito e dirigido por Oscar Boyson (produtor de longas como "Bom Comportamento" e "Frances Ha") começa com uma visita guiada ao metrô de Nova York da década de 1980, repleta de imagens de arquivo do próprio artista. No filme, ele é uma espécie de narrador robótico que explica suas teorias e filosofias, como o “futurismo gótico” e o "afro-futurismo". Além disso, o documentário conta com depoimentos de gente que conviveu com Rammellzee, como DELTA 2, Kool Koor, Toxic, Michael Holman, 76 INK, Carlo McCormick, Eszter Balint e Dave Tompkins.

O filme foi criado em colaboração com a equipe de curadores da Red Bull Arts New York que estão por trás da exposição "RAMMΣLLZΣΣ: Racing for Thunder", em cartaz na cidade norte-americana até 26 de agosto. O lançamento do documentário marca o encerramento do Red Bull Music Festival de Nova York 2018, que, durante o mês de maio, levou shows, festas, bate-papos e exposições a alguns dos locais mais exclusivos da metrópole.

Tanto o filme quanto a extensa pesquisa que resultou na mostra examinam a evolução do trabalho de Rammellzee e têm como objetivo final revelar a novas gerações o extenso legado desse artista-profeta.

SOBRE

RAMMELLZEE

Rammellzee começou a ganhar notoriedade no final da década de 1970, ainda como MC e grafiteiro. É de sua autoria o hit "Beat Bop", de 1982, feito ao lado de K-Rob, que virou trilha de um dos principais filmes sobre grafite, "Style Wars", e influenciou uma infinidade de artistas, como Beastie Boys e RATKING. Para além da música, o artista baseava sua arte em teorias do "futurismo gótico", uma espécie de movimento que confrontava a simbologia das letras e as limitações e regras estabelecidas no alfabeto.

RED BULL ARTS NEW YORK

Trata-se de um espaço experimental de artes sem fins lucrativos dedicado a oferecer novas oportunidades para artistas locais e internacionais, apoiando ideias ousadas e projetos diferenciados. O Red Bull Arts New York tem como objetivo ampliar os limites das exposições, e incentivar a produção de artistas locais, fornecendo-lhes bases, reeditando pesquisas históricas e apresentações em larga escala.

Fonte/Foto-reprodução/divulgação: Assessoria de Imprensa – Legenda: Cena do documentário “RAMMΣLLZΣΣ: Não É Quem˜

Nenhum comentário:

Postar um comentário