segunda-feira, 22 de outubro de 2018

MAIOR ACERVO DE FRANK LLOYD WRIGHT DO MUNDO ESTÁ NA FLÓRIDA


Chamada Cidade dos Cisnes, Lakeland é a maior do Condado de Polk, cercada por centenas de lagos naturais que fazem da paisagem bucólica um interessante roteiro alternativo para famílias na Flórida. E é na simpática cidade que está escondido um tesouro pouco conhecido dos turistas e amantes da arquitetura, mais especificamente na universidade da cidade, a Florida Southern College.

Além da casa onde viveu Frank Lloyd Wright, ainda decorada e aberta à visita do público, a Universidade reúne seu maior acervo do mundo. Ao total se somam 13 edifícios de sua autoria, um verdadeiro museu a céu aberto que é considerado Patrimônio Histórico Nacional dos Estados Unidos.

Entre os edifícios do campus está localizada a Fonte em Domo, construção central na concepção de Wright para representar a conceitual ‘fonte do conhecimento’. Construída inicialmente em 1948, à época não havia tecnologia adequada para seu funcionamento, de forma que até a reforma de 2007 era apenas uma piscina aberta. Uma estrutura adequada permitiu a adaptação do original para a estética e funcionamento de domo pensado por Wright.

As duas capelas do campus possuem um design arrojado para a época, especialmente para um espaço religioso. Primeiro prédio terminado no campus, ainda em 1941, a capela Annie Pfeiffer é considerada paradigma do trabalho do arquiteto. Situada em um declive suave, tem uma estrutura fechada pelo lado de for, embora os blocos de concreto sejam perfurados e preenchidos com vidro colorido, admitindo a entrada de luz colorida e seus efeitos no interior da construção.

Já a pequena Willian H. Danforth Chapel reúne o único trabalho de vitral do arquiteto no campus e o último de sua carreira, além de manter o mobiliário original desenhado por Wright para a capela. É um passeio que os interessados na Arquitetura que estão visitando a Florida devem fazer, especialmente do estilo modernista, se tornando uma parada obrigatória para quem passa por Lakeland.

As alamedas que interligam os prédios do campus são passarelas que usam a concepção modernista de interconexão e geometria, formando um desenho de linhas retas entrecruzadas e padrões desenhados nas pilastras. Os buracos foram pensados para dar visão ao belo céu da Flórida.

Foi comemorado no último mês os 150 anos de nascimento do arquiteto e design norte americano, de estilo marcadamente modernista, com traços retos e o clássico concreto aparente. Ainda hoje sua visão arquitetônica é incomparável e considerada futurista, tendo sido reconhecido em 1991 pelo American Institute of Architects como o maior arquiteto americano de todos os tempos.

Foto: Reprodução/divulgação

Fonte: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário