terça-feira, 25 de junho de 2019

TENDO COMO CENÁRIO A GUERRA DA BÓSNIA E O TRIBUNAL DE HAIA, ROMANCE DE SCOTT TUROW FALA SOBRE GENOCÍDIO E POLÍTICA


Ex-advogado, o autor americano Scott Turow é um dos maiores nomes do gênero conhecido como “thriller jurídico”, e já vendeu mais de 30 milhões de exemplares em todo o mundo. Em “Testemunha”, os tribunais americanos deixam de ser o cenário da história, e Turow se embrenha pelos fascinantes meandros do Tribunal Penal Internacional de Haia, na Holanda.

O protagonista é Bill Ten Boom, um advogado que vive uma intensa crise de meia idade: deixou a carreira, a esposa e sua cidade. Mas, quando recebe a oportunidade de trabalhar num caso do Tribunal Penal Internacional, uma organização que lida com crimes contra a humanidade, ele se sente animado novamente.

Sua tarefa é descobrir o que aconteceu com os moradores desaparecidos de um vilarejo cigano no caos posterior à Guerra da Bósnia. Mas os suspeitos são muitos, de organizações paramilitares sérvias ao governo dos Estados Unidos, e todos os envolvidos no caso parecem ter muito a esconder. Enquanto Boom interroga militares, advogados e o único cigano sobrevivente ao suposto massacre, Turow oferece ao leitor seu maior diferencial: seus thrillers não são apenas carregados de ação e intrigas, mas também de personagens cheios de nuances e belissimamente construídos.

Com uma pesquisa abrangente, o autor mergulha o leitor pelos corredores do Tribunal de Haia, mostrando seu funcionamento e seu trabalho; e revela ainda detalhes reais sobre a Guerra da Bósnia e a cultura do povo cigano da região dos Bálcãs.

Resenha no Guardian: http://bit.ly/TurowGuardian

Resenha no NY Times: http://bit.ly/TurowNYT

Resenha no Washington Post: http://bit.ly/TurowWP

Serviço

TESTEMUNHA
(Testimony)

SCOTT TUROW

Páginas: 504

Tradução: Alessandra Bonrruquer

Editora: Record

Fonte: Departamento de Imprensa - Grupo Editorial Record

Nenhum comentário:

Postar um comentário