terça-feira, 5 de abril de 2022

COM A SP--ARTE, SÃO PAULO VOLTA A SER O PÓLO INTERNACIONAL DA ARTE CONTEMPORÂNEA

 


Em sua 18ª edição, a SP--Arte - Festival Internacional de Arte de São Paulo, que acontece de 6 a 10 de abril no Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera, conta com a participação confirmada das mais importantes galerias de arte e design do Brasil. Esta, que é a mais tradicional e importante feira de arte da América Latina, reunirá 133 galerias, das quais 92 galerias de arte nacionais, nove galerias de arte internacionais e 32 galerias de design, setor que volta com força ao Pavilhão da Bienal, além de 14 editoras. Com a nova edição, o Festival consolida seu papel de catalisador do mercado nacional das artes visuais e impulsionador da economia criativa da cidade.

Para Fernanda Feitosa, fundadora da SP--Arte, “todo o setor está mobilizado para retornar ao nosso Festival, que, para muitos, representa cerca de 30% das vendas do ano. Estamos felizes ao ver os agentes do circuito engajados com a realização de eventos e exposições em torno da SP--Arte, o que repercute o impacto do festival.”

 

Destaques da 18ª edição da SP--Arte


Neste ano, a SP--Arte amplia seu alcance com a retomada de participações institucionais e com a introdução de novo setor chamado Radar SP--Arte, para a participação inédita de espaços autônomos e ONGs, além de uma exposição de artistas sem representação comercial com curadoria de Felipe Molitor. Com a nova expografia desenvolvida para a 18ª edição, o térreo será ocupado pelos setores de design, editorial e Radar SP--Arte, além da exposição Arte Natureza: ressignificar para viver, com curadoria de Ana Carolina Ralston. No primeiro piso, estarão galerias ligadas ao mercado secundário e, no segundo, serão reunidas as galerias do mercado primário de arte, tanto as mais consagradas quanto as emergentes, e as participações institucionais.

 

Radar SP--Arte


O mais novo setor da Feira, Radar SP--Arte é um programa inédito da SP--Arte que busca aproximar o mercado e o público de agentes autônomos (artistas, espaços autogeridos) que constituem o sistema de arte. É uma plataforma de promoção e contato, que expande a atuação estritamente comercial da Feira ao incentivar outras formas de conexão e diálogo, desde o centro do mercado da arte. Na primeira edição, durante a 18ª SP--Arte, o Radar SP--Arte será formado por uma curadoria de Felipe Molitor de artistas que não possuem representação comercial, intitulada Hora grande, e pela participação presencial de cinco coletivos e espaços autônomos de arte, que apresentarão seus projetos em pequenas exposições comerciais. São eles: 01.01 Art Platform, Casa Chama, GDA, MT Projetos de Arte e Nacional TROVOA. Já a exposição Hora grande contará com projetos de nove artistas: Allan Pinheiro (1993, Rio de Janeiro, RJ), Anitta Boa Vida (1985, Rio de Janeiro, RJ), Felipa Queiroz (1995, Porto Alegre, RS), Luisa Brandelli (1990, Porto Alegre, RS), Natalie Braido (1996, São Paulo, SP), Raphaela Melsohn (1993, São Paulo, SP), Simon Fernandes (1982, Fortaleza, CE), Tatiana Chalhoub (1987, Rio de Janeiro, RJ) e Yhuri Cruz (1991, Rio de Janeiro, RJ). Sua proposta é descobrir e apresentar artistas para o mercado, favorecendo sua inserção profissional no sistema. Um dos participantes receberá uma bolsa da SP--Arte para uma residência de 2 meses em parceria com o Instituto Inclusartiz (RJ). O Radar SP--Arte é patrocinado pela Vivo.

 

Arte Natureza: ressignificar para viver


Depois de apresentar a exposição Arte e tecnologia na edição passada, a curadora e jornalista Ana Carolina Ralston organiza, na 18ª SP--Arte, uma mostra inédita intitulada Arte natureza: ressignificar para viver, com obras de artistas fundamentais para se pensar as relações entre arte e sustentabilidade, como Ernesto Neto, Joseph Beuys, Frans Krajcberg e Daiara Tukano. Na curadoria, Ralston propõe, a partir da arte, a discussão sobre a ideia de ecologia, uma rede na qual o elo entre os reinos se torna essencial para a continuação das espécies. Em suas palavras, “o ressignificar daquilo que nos rodeia é chave para a sequência da vida humana como parte do meio. A transformação de matéria, assim como sua compensação em outros elementos, torna o equilíbrio e, consequentemente a nossa permanência na Terra, possíveis. Nada mais efetivo do que colocar tal diálogo em meio a um dos principais parques da América Latina, onde humanidade, arte e ambiente se encontram e coexistem.” Dentre os artistas participantes estão Ernesto Neto e Luiz Zerbini (representados pela Fortes D'Aloia & Gabriel), Regina Vater (Jaqueline Martins), Sonia Gomes (Mendes Wood DM), Frans Krajcberg (Caribé), Deco Adjiman (Sé), João Farkas (Paulo Darzé), Juliana dos Santos (HOA), Daniel Acosta (Verve), Juliana Cerqueira Leite (Casa Triângulo), Caio Reisewitz (Luciana Brito), Joseph Beuys (Gomide & Co), Amélia Toledo (Nara Roesler), José Bento e Daiara Tukano (Millan), Uýra (C. Galeria), Bené Fonteles (Karla Osório), Paula Costa, Hugo Fortes e Mariana Palma (sem galeria). A exposição Arte Natureza: ressignificar para viver terá expografia de Rodrigo Ohtake e é patrocinada pela empresa Orizon VR.

 

Programação -- Lounge Arena Iguatemi


Na SP--Arte 2022, o tradicional programa de Talks será promovido pelo Iguatemi, shopping que é incentivador da arte e da cultura e parceiro master da SP--Arte, no lounge Arena Iguatemi no segundo andar do Pavilhão. Construído como um teatro de arena, o tradicional espaço do Iguatemi remete ao Talks de Arquibancada, realizado na edição 2021. Dessa vez, o curador Jacopo Crivelli Visconti, que esteve à frente da curadoria da última Bienal de São Paulo, e a curadora Ana Roman, curadora assistente na última Bienal, organizam e conduzem conversas com artistas e curadores renomados na quinta, sexta e sábado, dias 7, 8 e 9 respectivamente.

 

Ao final de cada dia, o lounge Arena Iguatemi recebe lançamentos editoriais. E nas horas vagas, o ambiente serve de espaço de convivência e descanso para todos os visitantes.


Participação maciça do mercado

De volta ao Pavilhão da Bienal, a SP-Arte reunirá galerias nacionais em forte ascensão, as principais galerias brasileiras com sólida projeção internacional e também expositores estrangeiros. Entre as nacionais, estão Galeria Luisa Strina (SP), Fortes D’Aloia & Gabriel (SP -- RJ), A Gentil Carioca (RJ -- SP), Mendes Wood DM (SP -- NY -- Bruxelas), Nara Roesler (SP -- NY -- RJ) e Galeria Jaqueline Martins (SP -- Bruxelas). Também participam com força no mercado secundário Gomide & Co (SP), Almeida & Dale Galeria de Arte (SP), Dan Galeria (SP), Paulo Kuczynski (SP), Pinakotheke (SP) e Galeria Ipanema (RJ).

 

Entre as estreantes, estão a Galeria Marco Zero, que vem movimentando a cena de arte recifense (PE), e a Galeria Marli Matsumoto (SP), aberta no ano passado apresentando artistas consolidados e emergentes.

 

Para além do eixo Rio-SP, a SP--Arte conta com a presença da Paulo Darzé e Roberto Alban (Salvador), Amparo 60 (Recife), Referência (Brasília), Celma Albuquerque e Periscópio (BH), Simões de Assis (Curitiba) e Ybakatu (Florianópolis).

 

Entre os nomes internacionais, figuram a Galleria Continua (que atua no Brasil, além de Itália, China, Canadá, Cuba e França); a Galería SUR, que tem marcado presença na SP--Arte desde a sua primeira edição, e a Galeria de las Misiones, ambas do Uruguai; a Buenos Aires Fine Arts (Argentina); a Zielinsky (Espanha); e a Lamb Arts (Reino Unido). Além dessas, duas importantes galerias dos Estados Unidos participarão da feira: Opera Gallery e Piero Atchugarry Gallery.

 

O setor design volta com fôlego, apresentando trinta escritórios e galerias especializadas em mobiliário e design autoral brasileiro. Participam expositores de peso como EtelOvoLoja TeoJacqueline TerpinsAtelier Hugo França e Passado Composto Séc. XX (todos de São Paulo), além de diversos estreantes estrelados como Wentz eDiletante 42, também da capital paulista, e o coletivo de designers Cultivado em Casa, de Minas Gerais.


Veja a lista completa de expositores já confirmados a seguir:


Galerias de arte nacionais

  1. A Gentil Carioca
  2. Almeida & Dale
  3. Aloisio Cravo
  4. AM Galeria de Arte
  5. Amparo 60
  6. Andrea Rehder Arte Contemporânea
  7. Anita Schwartz Galeria de Arte
  8. Arte 57 -- Renato Magalhães Gouvea Jr.
  9. Arteedições
  10. Arteformatto
  11. Aura | Bailune Biancheri
  12. b_arco
  13. BABEL SP NY
  14. Belizário Galeria
  15. Bianca Boeckel Galeria
  16. Blombô
  17. C.galeria
  18. Carbono Galeria
  19. Casa Rosa Amarela
  20. Casa Triângulo
  21. Casanova
  22. Cassia Bomeny Galeria
  23. Celma Albuquerque
  24. Central Galeria
  25. Choque Cultural
  26. Dan Galeria
  27. Dan Galeria Contemporânea
  28. Danielian Galeria
  29. Fólio
  30. Fortes D'Aloia & Gabriel
  31. Gaby Indio da Costa Arte Contemporânea
  32. Galeria Athena
  33. Galeria Base
  34. Galeria Caribé
  35. Galeria de Arte André
  36. Galeria de Arte Ipanema
  37. Galeria Eduardo Fernandes
  38. Galeria Estação
  39. Galeria Frente
  40. Galeria Inox
  41. Galeria Jaqueline Martins
  42. Galeria Kogan Amaro
  43. Galeria Leme
  44. Galeria Leonardo Leal
  45. Galeria Luisa Strina
  46. Galeria Lume
  47. Galeria Marco Zero
  48. Galeria Marília Razuk
  49. Galeria Mario Cohen
  50. Galeria Millan
  51. Galeria Periscópio
  52. Galeria Radiante
  53. Galeria Raquel Arnaud
  54. Galeria Steiner
  55. Galeria Superfície
  56. Galeria Ybakatu
  57. Galeria Zilda Fraletti
  58. Gomide & Co
  59. Hilda Araújo Escritório de Arte
  60. HOA
  61. Janaína Torres Galeria
  62. Luciana Brito Galeria
  63. Luciana Caravello Galeria de Arte Contemporânea
  64. Luís Maluf Galeria de Arte
  65. Manoel Macedo Arte
  66. MaPa
  67. Márcia Barrozo do Amaral -- Galeria de Arte
  68. Marli Matsumoto Arte Contemporânea
  69. Mendes Wood DM
  70. Movimento
  71. Mul﹒ti﹒plo Espaço de Arte
  72. Nara Roesler
  73. OMA Galeria
  74. Papel Assinado
  75. Paulo Darzé Galeria
  76. Paulo Kuczynski Escritório de Arte
  77. Pinakotheke
  78. Portas Vilaseca Galeria
  79. Projeto Vênus
  80. Quadra
  81. Rafael Moraes
  82. Referência Galeria de Arte
  83. Roberto Alban Galeria
  84. Rodrigo Ratton
  85. Silvia Cintra + Box 4
  86. Simões de Assis
  87. steinART Contemporânea
  88. Vermelho
  89. Verve
  90. Zipper Galeria
  91. tropix﹒inc

Galerias de arte internacionais

  1. Buenos Aires Fine Arts (Argentina)
  2. Galería de Las Misiones (Uruguai)
  3. Galería Sur (Uruguai)
  4. Galería Zielinsky (Espanha, Brasil)
  5. Galleria Continua (Brasil, Itália, China, Canadá, Cuba e França)
  6. LAMB Arts (Reino Unido, Brasil)
  7. Marian Goodman (EUA, Reino Unido, França)
  8. Opera Gallery (EUA, Suíça, França, Reino Unido, Mônaco, Líbano, Emirados Árabes Unidos, Singapura, Hong Kong e Coreia do Sul)
  9. Piero Atchugarry Gallery (Uruguai, EUA)

Galerias de design

  1. +55 Design
  2. 31 Mobiliário
  3. Alex Rocca
  4. Alva Design
  5. Apartamento 61
  6. Artemobilia Galeria
  7. Atelier André Ferri
  8. Bancos Indígenas do Xingu
  9. Cristiana Bertolucci Estúdio
  10. Cultivado em Casa
  11. D Propósito Design
  12. Diletante 42
  13. Etel
  14. Firma Casa
  15. Galeria Teo
  16. Gozto Galeria de Design
  17. Herança cultural
  18. Hugo França
  19. Jacqueline Terpins
  20. Lattoog
  21. Leandro Garcia
  22. Mac Design
  23. Marcos Amato
  24. Mobília Tempo
  25. Noemi Saga Atelier
  26. Novidário
  27. Oficinaethos + Rodrigo Calixto
  28. ,Ovo
  29. Particular.art.br
  30. Passado Composto Século XX
  31. Rodrigo Silveira
  32. Wentz

Editoras

  1. Act
  2. Arte!Brasileiros
  3. ArtNexus
  4. Banca Tatuí
  5. BEI
  6. Cobogó
  7. Desapê
  8. Fotô Editoral
  9. Gravuras no Brasil
  10. Ikrek
  11. Revista Select
  12. Terra Virgem
  13. Taschen
  14. Ubu

 Patrocínios


A SP--Arte mantém uma estreita colaboração com seus patrocinadores, que compartilham a aspiração de criar uma plataforma global para a troca de ideias que impulsionam o mundo da arte. A Feira conta historicamente, há mais de 15 anos, com a Vivo, a Rede e o Iguatemi como seus patrocinadores master, aos quais se juntaram, neste ano, Orizon VR e Unipar. A SP--Arte tem, ainda, o patrocínio da Tiffany & Co. Liberty Seguros, Becks, Chandon, Terrazas de los Andes como suas bebidas oficiais, além de diversos Parceiros fundamentais que tornam o evento possível, como café Orfeu, restaurante Capim Santo, Le Pain Quotidien, a Finarte, Agua na Caixa, Jardineiro Fiel, a loja ,Ovo, a Kamy.

 

Medidas de segurança


A SP--Arte adota todas as medidas de segurança necessárias para que a visitação ocorra da melhor maneira possível. Novamente, a compra do ingresso acontecerá apenas online e mediante agendamento. Para o acesso ao evento, será necessário apresentar comprovante de vacinação completa contra Covid-19, conforme determinações municipais e estaduais.


Serviço:


8ª SP--Arte - Festival Internacional de Arte de São Paulo


06--10 abril de 2022


De quarta a sábado, das 14h às 20h. 


Domingo, das 12h às 20h


Local: Pavilhão da Bienal -- Parque Ibirapuera, Portão 3 -- São Paulo, Brasil


Entrada


R$ 50,00 (geral)
 R$ 25,00 (meia-entrada)

Meia-entrada para estudantes, portadores de deficiência e pessoas com mais de sessenta anos (necessária a apresentação de documento)


Crianças até dez anos não pagam entrada.

A bilheteria encerra suas atividades 30 minutos antes do término do evento.


Compra de ingressosBilheteria SP-Arte


Realização: SP--Arte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal

Pronac 193281 -- SP--Arte 2021


Classificação indicativa: Livre


Serão exigidos o comprovante de vacinação e o uso contínuo de máscara


Fonte: Assessoria de Imprensa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário