segunda-feira, 17 de agosto de 2015

MAIS CULTURA NAS UNIVERSIDADES BENEFICIARÁ MAIS 10 INSTITUIÇÕES

O programa Mais Cultura nas Universidades, iniciativa dos ministérios da Cultura (MinC) e da Educação (MEC), foi ampliado e beneficiará 10 novas universidades. O anúncio foi feito na quinta-feira (13) pela secretária de Educação e Formação Artística e Cultural do MinC, Juana Nunes, durante o simpósio Políticas Culturais e Universidades, que debateu as atuação das universidades no campo cultural. O debate foi realizado em Salvador (BA) durante a 11º edição do Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Enecult), principal evento de estudos em cultura do Brasil.
 
Lançado em 2014, o Mais Cultura nas Universidades tinha destinado inicialmente R$ 20 milhões a 18 Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes). Com novos recursos, a iniciativa contemplará 28 selecionados no total. “Hoje, nós anunciamos a ampliação do programa. O MinC aportou novos recursos para 10 novas universidades. Serão R$ 5 milhões neste ano e outros R$ 5 milhões para o próximo ano”, informou Juana. “Queremos, em parceria com o MEC, qualificar a educação brasileira, valorizar e promover a produção artística e cultural universitária, destacando o respeito e o reconhecimento da nossa rica diversidade cultural”, ressaltou.

Os recursos para as novas premiações são provenientes do Funda Nacional de Cultura (FNC) e da Secretaria de Educação e Formação Artística e Cultural do MinC. As 10 instituições contempladas nessa segunda leva foram selecionadas respeitando classificação e regionalidade. Estados ainda não contemplados no primeiro resultado estão presentes na nova lista, a exemplo do Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul, entre outros.

O Mais Cultura nas Universidades apoia e incentiva a valorização e a difusão das manifestações culturais das comunidades, com ações de extensão, pesquisa e inovação, pensando os campi das universidades e institutos federais como centros irradiadores de produção artística e cultural, tanto para circulação interna, com a realização de mostras, seminários e festivais, quanto externa, com atuação em escolas públicas e com parceria direta de artistas e grupos artísticos dos territórios.
 
O Programa recebeu adesão de quase 100% das instituições federais de ensino superior. Das 101 existentes, 98 participaram. Para se inscrever no Programa, as universidades e institutos federais apresentaram um Plano de Cultura, com base em oito eixos do edital, articulando programas, projetos e ações culturais que valorizem, reconheçam, promovam e preservem a diversidade cultural nas instituições.
 
Com os novos recursos, serão investidos R$ 30 milhões no programa. O repasse será efetuado em duas parcelas, sendo a primeira ainda no segundo semestre deste ano e a segunda em 2016.
 
CONFIRA A LISTA DAS NOVAS INSTITUIÇÕES PREMIADAS:

Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
Universidade Federal do Cariri (UFCA)
Universidade Federal do Piauí (UFPI)
Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa)
Universidade Federal do Acre (UFAC)
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Universidade Federal do Rio Grande (Furg)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG)

MINC NO ENECULT
 
E na sexta-feira (14), o secretário de Políticas Culturais do MinC, Guilherme Varella, e o presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Francisco Bosco, participaram do simpósio Artes e Cultura. O objetivo foi debater o significado, papel, autonomia, correlação e dependência das artes e da cultura na sociedade contemporânea.

Francisco Bosco realizou uma breve apresentação da Funarte, com diagnóstico dos problemas encontrados e soluções dadas pela atual gestão. Além disso, Bosco apresentou a Política Nacional das Artes, que está em processo de construção, e falou sobre sua relevância. “O Enecult é um dos encontros sobre cultura mais importantes e é fundamental que o poder público, no caso o Ministério da Cultura, se faça representar de forma mais abrangente possível, que contemple suas diversas ações”, afirmou.

MINICURSOS

Além dos debates, representantes do MinC também promoveram minicursos durante o Enecult. Na última quarta-feira (12), o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do MinC, Carlos Paiva, ministrou o minicurso Financiamento e sustentabilidade da cultura. No mesmo dia, a secretária e o diretor da Cidadania e da Diversidade Cultural do MinC, Ivana Bentes e Alexandre Santini, ministraram o minicurso Cultura de Redes e Economia Viva. Por fim, a Secretaria do Audiovisual (SAV) também marcou presença no evento. Ontem, a servidora Giselle Dupin promoveu o minicurso 10 anos da Convenção da Diversidade Cultural: Conquistas e Desafios.
 
Texto: Assessoria de Comunicação - Ministério da Cultura - Com informações da Sefac
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário