sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

19ª MOSTRA DE TIRADENTES DIVULGA PROGRAMAÇÃO DE LONGAS-METRAGENS

A Mostra de Cinema de Tiradentes divulgou a programação completa de longas-metragens de sua 19ª edição, que acontece entre os dias 22 e 30 de janeiro, na cidade de Tiradentes, em Minas Gerais. O festival adotou a temática "Espaços em conflito no cinema brasileiro", que estará presente em grande parte dos filmes da programação e nas mesas de discussão do evento. Ao todo serão exibidos 35 longas-metragens brasileiros em três espaços (Cine-Tenda, Cine BNDES na Praça e Cine-Teatro SESI) e distribuídos em nove mostras conceituais: Homenagem, Autorias, Aurora, Transições, Cena Mineira, Praça, Bendita, Sessão Debate e Mostrinha.

Todas as sessões têm entrada gratuita. O homenageado da Mostra em 2016 é o cineasta Andrea Tonacci, que terá seu filme "Serras da desordem", de 2006, exibido na sessão de abertura do festival, além de sessões de "Bang Bang", de 1970, e "Blábláblá", de 1968. Já o encerramento do evento vai ficar por conta de "Para minha amada morta", de Aly Muritiba, produção paranaense com carreira de destaque em festivais internacionais.

Na principal competição do evento, a mostra Aurora, sete filmes disputam o Júri da Crítica e os prêmios oferecidos pelos parceiros da Mostra: “Animal Político”, de Tião; “Aracati”, de Aline Portugal e Julia De Simone; “Banco Imobiliário”, de Miguel Antunes Ramos; “Filme de Aborto”, de Lincoln Péricles; “Índios Zoró – Antes, Agora e Depois?”, de Luiz Paulino dos Santos; “Jovens Infelizes ou Um Homem que Grita não é um Urso que Dança”, de Thiago B. Mendonça; e “TaegoAwa”, de Marcela Borela e Henrique Borela.

Duas mostras inauguradas na última edição do festival em 2015 voltam a ser destaque este ano. A mostra Bendita, que exibe filmes no começo da madrugada no Cine-Tenda, selecionou “Being Boring”, de Lucas Ferraço Nassif, e “O Diabo Mora Aqui”, de Dante Vescio e Rodrigo Gasparini. E a mostra Sessão Debate, na qual os longas são debatidos com o público logo após as exibições, vai contar com sessões de “O Espelho”, de Rodrigo Lima; “Um Salve Doutor”, de Rodrigo Sousa &Sousa; “Garoto”, de Julio Bressane; e “Ralé”, de Helena Ignez.

A mostra Transições traz seis títulos na disputa pelo prêmio do Júri Jovem: "Tropikaos", de Daniel Lisboa; "Clarisse ou alguma coisa sobre nós dois", de Petrus Cariry; "A noite escura da alma", de Henrique Dantas; "Planeta vermelho", de Dellani Lima; "Jonas", de Lo Politi; e "Urutau", de Bernardo Cancella Nabuco. Já a mostra Autorias apresenta obras de diretores veteranos como Walter Lima Jr ("Além das sombras"); Ruy Guerra ("Quase memória") e Maria Augusta Ramos ("Futuro junho"). A exibição de "Introdução à música do sangue", de Luiz Carlos Lacerda, compõe a mostra Cena Mineira.

Com exibições ao ar livre, no centro de Tiradentes, a mostra Praça selecionou cinco longas para sua programação: “Campo Grande”, de Sandra Kogut; “Geraldinos”, de Pedro Asbeg e Renato Martins; “Invasores”, de Marcelo Toledo; “Prova de Coragem”, de Roberto Gervitz; e “Santo Daime – Império da Floresta”, de André Sampaio. Completando a seleção de longas da edição de 2016, a Mostrinha, dedicada ao público infantil reserva a pré-estreia de "O que queremos para o mundo", de Igor Amin; além de sessões de "Últimas conversas", de Eduardo Coutinho; e "As aventuras do avião vermelho", de Frederico Pinto e José Maia.

Para mais informações e para conhecer também a programação de 81 curtas-metragens do evento, acesse o site oficial da 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes http://www.mostratiradentes.com.br/
 
Fonte: ANCINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário