terça-feira, 27 de junho de 2017

MAIOR ESPETÁCULO DE TEATRO INTERATIVO DA PARAÍBA A “CASA DO JULGAMENTO®” EDIÇÃO 2017 APRESENTA “SUICÍDIO: HÁ RAZÕES PARA VIVER” DE 05 A 15 DE JULHO NA CIDADE VIVA

A edição da Casa do Julgamento 2017 foi lançada com a Campanha Institucional de dois atores no Centro de João Pessoa pedindo ajuda no ato de desistir da vida. O tema “Suicídio: há razões para viver” entra em cartaz de 05 a 15 de julho, na Cidade Viva, bairro do Bessa.

A montagem deste ano abordará o Bullying, Depressão, Abuso, Abandono, Baleia Azul e as causas apresentadas sem atenção devida do dia-a-dia. Segundo relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 804 mil pessoas se mataram no ano 2012 em todo o mundo – uma taxa de 11,4 para cada 100 mil habitantes. Isso significa um suicídio a cada 40 segundos.

Desde sua primeira edição em 2006, a “Casa Do Julgamento®”, vem abordando temas de relevância social buscando influenciar positivamente os que prestigiam o evento. Assistido por mais de 100 mil pessoas, a montagem reúne mais de 400 pessoas, fazendo parte do elenco e das áreas do marketing, produção, bilheteria, segurança e recepção.

O maior espetáculo de teatro interativo da Paraíba está de casa nova, com novo cenário e novos participantes. “Após anos dirigindo a CASA, me sinto, como se fosse o novo ou primeiro espetáculo, vivenciando uma interação harmoniosa da Cia Abner com a Cidade Viva. Um monte de voluntários cheios de vontade de oferecer um grande espetáculo, mais envolvente, impactante e cheio de vida. Feliz demais.” Declara o diretor Aldo Galdino.

A nova temporada entra em cartaz com sessões a partir das 19h (de segunda a sexta), das 16h (aos sábados), até às 23h, podendo se estender enquanto tiver público. Não haverá apresentação do espetáculo dia 09 de julho (domingo).

Os ingressos têm preço único no valor de R$ 15. Além da doação para cada ingresso adquirido de 01 (um) quilo de alimento não perecível e + uma unidade de produto de higiene pessoal (sabonete, creme ou escova dental).

As vendas online já estão disponíveis através do site https://www.sympla.com.br/casadojulgamento

O Centro de Convenções Cidade Viva funciona na Rua Luzia Simões Bertoline, 100, Aeroclube, Bessa, João Pessoa/PB.

SOBRE:

“SUICÍDIO: HÁ RAZÕES PARA VIVER”

Nunca antes se ouviu tanto falar em Suicídio, a cada nova pesquisa o índice aumenta. Bullying, Depressão, Abuso, Abandono, Baleia Azul, são muitas as causas que o mundo tem apresentado. Muitos estão apenas esperando uma palavra amiga, um abraço, um cuidado, uma razão para viver. “Suicídio”: há razões para viver mostrará uma razão plena e suficiente para amar à vida.

CASA DO JULGAMENTO® – UMA VIAGEM AO SEU DESTINO FINAL

Tom Hudgins é o criador da “CASA DO JULGAMENTO®” projeto teatral Cristão internacional que surgiu nos Estados Unidos na década de 1980 e já atraiu mais de 06 (seis) milhões de pessoas pelo mundo. Além dos Estados Unidos e Brasil, nações como Canadá, Costa Rica, El Salvador, Ucrânia, Tailândia, Guatemala, entre outros, já receberam a CASA DO JULGAMENTO em mais de 30 (trinta) anos de história.

A proposta do espetáculo é promover a reflexão sobre práticas e valores da vida, da família, morais e espirituais. Diante de uma história impactante e realista, o público é desafiado a tomar decisões a cada momento.

Para cada cena, é formado um pequeno grupo de pessoas que assiste ao espetáculo dentro do cenário. Esse grupo é acompanhado por um "Guia", uma espécie de narrador que introduz e arremata a história antes e depois de cada cena, respectivamente. Em cada recinto, por causa da proximidade com a cena, o público sente e vive intensamente o dilema de cada personagem; cenas empolgantes e ao mesmo tempo comoventes, que propiciam reflexão. Ao todo são sete cenários e as cenas têm duração de aproximadamente 07 (sete) minutos, cada.

Atualmente a Casa do Julgamento Oficial têm como gestores o Pastor Wallace Costa e sua Esposa Silvia que residem nos Estados Unidos. O projeto conta com pouco mais de 400 profissionais, sendo cerca de 80 atores e outros tantos divididos entre produção e logística para eficácia e funcionalidade do evento, todos envolvidos como agentes de transformação, trabalhando de forma voluntária. A estrutura proporciona conforto, satisfação e garantia de um sensacional espetáculo para o público.

ALDO GALDINO

Ator, produtor e diretor Teatral, Técnico em Contabilidade, Empresário na área de Administração de Condomínios e Diretor da Cia de Teatro Abner e do Espaço Abner – Escola Crista de artes e Aluguel de Fantasias. É o atual Presidente do Sindicato dos Artistas da Paraíba (SATED/PB). É também um dos responsáveis pela área de dramaturgia no Brasil do Projeto Internacional “Casa Do Julgamento®”.

ESPAÇO ABNER ESCOLA CRISTÃ DE ARTES

Inaugurada em 2015 o Espaço Abner – Escola de Arte Cristã é composta por artistas cristãos prontos para capacitar pessoas de todas as idades e grupos de denominações religiosas cristãs com os cursos oferecidos de Teatro, Tecido Circense, Violão, Música, Técnica Vocal, Luta Cênica, Ballet Contemporâneo, Danças de Rua, Maquiagem artística e Construção de Adereços, curso livre de Libras, Direção de Arte, Fotografia, Áudio direto e Roteiro.

A coordenação é do Diretor Aldo Galdino criador da Cia de Teatro Abner que vem há anos ministrando arte nas Igrejas Evangélicas das cidades do Nordeste, Rio de Janeiro e Portugal. No Brasil é um dos responsáveis pela área de dramaturgia do Projeto Internacional “Casa do Julgamento”. “O nosso propósito é atender o "IDE" de Jesus através da arte. No Espaço Abner Escola Cristã de Artes o objetivo dos professores é propiciar na construção de conhecimento do aluno”, declara Aldo.

O Espaço Abner Escola Cristã de Artes e Aluguel de Fantasias funcionam na Avenida Desembargador Souto Maior, 57, Centro, João Pessoa/Paraíba. Informações através da página https://www.facebook.com/CiaAbner?fref=ts

CIA ABNER

A Cia Paraibana de Teatro ABNER completa 16 anos de trajetória sob a coordenação e direção de Aldo Galdino trazendo em seu histórico o sucesso das montagens “Apóstolos”, “Seven Days”, “O grande Cowboy”, “Homens de Barro”, “Parábolas” e “O Deus Pródigo”.

Há doze anos a Cia Abner promove o maior Espetáculo de Teatro interativo da Paraíba “Casa Do Julgamento®.” assistido por mais de 100 mil pessoas, e que, desde sua primeira edição em 2006, vem abordando temas de relevância social buscando influenciar positivamente os que prestigiam o evento. Como à trama de 2013, que foi baseada na Lei N. 11.340/2006, denominada “Lei Maria da Penha”. A cada cena, o público foi impactado com verdades, reeducação ao carinho e respeito à mulher. De 2014, “O que você faria com apenas 59 minutos de vida?”. Nos dez dias em cena, estava o drama de quatro pessoas vivendo suas vidas em diferentes lugares, com diferentes problemas, sonhos e rotinas. A única coisa em comum dos personagens era o fato de que cada um tinha apenas 59 minutos de vida. Levando cada espectador a pensar no que faria nos seus últimos momentos aqui na terra, refletindo e descobrindo se estavam preparados para a eternidade. Como você passaria os últimos 59 minutos de sua vida? Que assuntos inacabados você iria resolver? Você finalmente falaria o quanto ama aquela pessoa? Você chamaria sua família e lhes daria um abraço? Você finalmente tiraria um tempo para pensar em Deus, antes que fosse tarde demais? Como sua vida mudaria se você tivesse apenas... 59 minutos? De 2015, “Cadeias”, em cena foi abordado o drama de jovens e as más companhias que corrompem os bons costumes de uma família. Conseguirá a Justiça humana observar e dar o veredito correto? “É uma realidade. E nós precisamos organizar, gerir, reestruturar e inserir os excluídos com condições à sociedade”, diz o diretor do espetáculo Aldo Galdino. Foram 07 (sete) cenas, em 10 dias de atuação do espetáculo para um público de mais de treze (13) mil pessoas. Em 2016, o tema abordado “AIDS” não precisa ser o seu fim; recebeu mais de sete mil pessoas durante a temporada no Ronaldão.

No mês de julho de 2015, os atores da Cia Abner Higor Ferreira, Keila Carneiro e Deuziquelha Santos estiveram em Portugal realizando compromissos profissionais de evangelização acompanhados pelo Diretor Aldo Galdino. No roteiro realizaram o espetáculo "O Deus Pródigo", com a participação do ator português Tiago Esperança, nas Igrejas do Betel e nos espaços alternativos das cidades Lourosa e Braga. Foram realizadas reuniões do Projeto Kids Games nas Ruas e Praças. “Nós estivemos com crianças e adultos de todas as idades. Idosos de até 100 anos que junto conosco voltaram a ser criança. Atuamos com dinâmicas de sorrir para a vida no evangelismo servindo a Deus”, declarou Aldo. Por lá também foi ministrado oficina de teatro em Braga na 1ª Igreja do Betel Português.

Em 2016, o diretor Aldo Galdino esteve nos Estados Unidos conhecendo Tom Hudgins o criador da Casa do Julgamento projeto teatral Cristão internacional acompanhado pelo Pastor Wallace Costa e sua Esposa Silvia Costa ambos são os gestores da Casa do Julgamento Oficial.

Tom Hudgins ficou emocionado e convidou o paraibano para dar seu depoimento na Igreja de Clearwater onde ministra o Evangelho. O contato selou novos projetos cristãos entra a Paraíba e os Estados Unidos na África com a implantação do projeto Casa do Julgamento.

Retornando ao Brasil, no mês de junho, a Câmara Municipal de João Pessoa prestou uma homenagem a Companhia de Arte Abner com a Medalha Cultural de Ariano Suassuna pelos relevantes serviços prestados à capital paraibana. O diretor teatral Aldo Galdino recebeu a Comenda proposta pela Vereadora Eliza Virgínia, autora da propositura. Em seu discurso Aldo relembrou toda a trajetória da Cia até o atual momento, destacando os seus sonhos de juventude, as promessas do Senhor, os lugares já visitados, os resultados já obtidos e dedicou o prêmio recebido a todos que já participaram e/ou participam da Cia. “Estamos como quem sonha. A Cia Abner completa 15 anos de existência. São anos levando a palavra através das artes. 15 anos prezando por fazer espetáculos para à glória de Deus com qualidade. São anos realizando a Casa do Julgamento JP, em nossa capital, espetáculo assistido por mais de 100 mil pessoas, consolidado como maior espetáculo de teatro interativo da Paraíba. Para nós, receber da Câmara um título reconhecendo nossa relevância na cultura da nossa cidade é entender que nossa missão de fazer teatro, vestir a roupa do personagem e abençoar vidas está sendo cumprida” declarou.

No início de 2017, Aldo Galdino e os atores Deuza Nunes e Ailton Tomás realizaram compromissos de evangelização no Peru. Por lá, apresentaram também o espetáculo "O Deus Pródigo". “Foram quase dois meses no Peru em Lima exatamente em Mira Flores representando muitos atores da Cia Abner, irmãos, familiares, pastores e amigos que oraram e contribuíram de alguma maneira para que estivéssemos realizando missões através das artes cênicas. Retornamos realizados e gratos a Deus”, declarou Aldo.

FICHA TÉCNICA

Texto: “Suicídio: há razões para viver"

Autoria texto 2017: Aldo Galdino e Lúcia Magalhães

Gênero: Drama - Suspense

Direção: Aldo Galdino

Assistente de Direção: Icaro Rodrigues, Lúcia Magalhães e Sheilla Martins

Elenco: O grande elenco tem autorização especial do SATED Paraíba.

Audição para seleção de elenco: Com adaptação de Aldo Galdino.

Criação de Cabelo e Maquiagem: Gilmar Costa e Stefany Bolconte.

Preparação Corporal: Aldo Galdino

Iluminação/Audiovisual: Cia ABNER

Sonoplastia: Vinicius Lúcio

Cenografia: Cia ABNER

Figurino&Adereços: Keyla Carneiro e Sandra Herculano.

Direção de Mídia: Lúcio de Oliveira

Direção de Arte: João Fellipe Guimarães

Social Media e Planejamento de Campanha: Felipe Fernandes, Ruan Elson

Assistente de Marketing: Will Werneck, Gilmar Junior, Nayara Fagundes, Rannyelinson Lima, Filipe Asafe

Fotografia: Diego Schuler

Designer gráfico: João Fellipe

Assessoria de Imprensa: Lúcio de Oliveira, Rannyelinson Lima, Filipe Asafe e Sheilla Martins.

Secretaria: Yohanna Coutinho

Administração: Cia Abner e Cidade Viva.

Direção de Produção: Aldo Galdino

Realização: Cia Paraibana de Teatro ABNER e Cidade Viva.

SERVIÇO:

CASA DO JULGAMENTO® 2017 - “Suicídio”: há razões para viver

Local: Cidade Viva

Endereço: Rua Luzia Simões Bertoline, 100, Aeroclube, Bessa, João Pessoa/PB.

Data: de 05 a 15 de julho.

Sessões - horários diferenciados: Das 19hs às 23h (segunda a sexta) e das 16h às 23h (aos sábados), Não haverá apresentação do espetáculo dia 09 de julho (domingo).

Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos.

Ingressos: R$ 15 + um quilo de alimento não perecível + uma unidade de produto de higiene pessoal.
Venda online pelo site: https://www.sympla.com.br/casadojulgamento

Contato e outras informações:

E-mail - contato.ciaabner@gmail.com

Redes Sociais:

https://www.facebook.com/events/1515537361803535/

https://www.facebook.com/casadojulgamentojp/

facebook.com/ciaabner

Instagram @ciaabner

Fotos: Cenas do espetáculo “AIDS” - não precisa ser o seu fim – Legenda: Cena 2 – atriz Lúcia Magalhães e o ator Márcio Lins - crédito Lúcio de Oliveira.

Link do vídeo: Em cena os atores Vera Dorico e Micael Raulino - https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1145611728872964&id=495608663873277&_rdr


Nenhum comentário:

Postar um comentário