sábado, 28 de setembro de 2019

O RIO DE JANEIRO DE CLARICE LISPECTOR


Resultado de um projeto cultural idealizado por Teresa Montero, especialista e biógrafa de Clarice Lispector (1920-1977), O Rio de Clarice - passeio afetivo pela cidade traça os caminhos da escritora durante os 28 anos que viveu no Rio Janeiro: os bairros onde morou, estudou e desenvolveu sua atividade profissional. São sete as vizinhanças que recebem destaque no projeto e por onde flanamos pelas ruas como se entrássemos em um túnel do tempo: Tijuca, Centro, Catete, Botafogo, Cosme Velho, Jardim Botânico e Leme.

Em O Rio de Clarice, o diálogo com o universo de Lispector é nítido: trechos de seus livros, comentários de seus familiares e amigos estão espalhados pelo volume. Os relatos, por vezes íntimos, permitem ao leitor reconhecer algumas das fontes de inspiração da escritora para sua obra. Na Tijuca, descobre-se o gosto de Clarice pelas girafas. No Centro, encontra-se seu ideal de juventude pela reestruturação do sistema penitenciário brasileiro – motivo pelo qual escolheu cursar Direito na Universidade do Brasil. Seu apreço pela natureza e pelo “reino vegetal” pode ser visto nas andanças em vários pontos da cidade, como a Floresta da Tijuca, o Jardim Botânico, o Parque Lage e a Praia Vermelha, onde, aos domingos, bronzeava-se com a amiga Olga Borelli. No Leme, bairro onde residiu por mais tempo e que reconheceu como sua “terra”, compartilhou muitos momentos com seu cão Ulisses e fez de um de seus apartamentos o cenário do romance A paixão segundo G.H.

Inspirada pelo Museu de Território Caminhos Drummondianos (uma ação de resgate da cidade de Itabira, em Minas Gerais, através das referências encontradas nas obras de Carlos Drummond), Teresa Montero decidiu fazer no Rio um roteiro que fosse ponto de encontro desses dois elementos: “O passeio não é só a propósito da Clarice – é a propósito da cidade. [...] Porque o passeio propicia isso: você entra em contato com a cidade de uma forma muito direta, você sente os cheiros, você escuta os sons. É uma espécie de pedagogia dos sentidos. Leva a olhar o Rio de outra maneira, desperta o desejo de cuidar da cidade”, relata em entrevista a Vera Barroso.

Autêntica Editora traz um apurado projeto editorial e gráfico: mapas da cidade servem como guia para o leitor, e a narrativa é ilustrada por fotos da escritora e de alguns dos principais pontos do passeio, mostrando o Rio de ontem e de hoje.

Sobre a autora: Teresa Montero é professora, atriz e biógrafa e nasceu no Rio de Janeiro em 1964. Doutora em Letras pela PUC-Rio, professora dos cursos de licenciatura em Letras e Teatro da Universidade Estácio de Sá, dedica-se a divulgar o legado de Clarice Lispector há 28 anos. É idealizadora e guia dos passeios “O Rio de Clarice” e “O Rio de Carmen Miranda”, que integram o projeto Caminhos da Arte no Rio de Janeiro, criado em 2008. Organizou diversas obras de Clarice Lispector e, no campo da biografia da escritora, seu Eu sou uma pergunta: uma biografia de Clarice Lispector (Rocco, 1999) tornou-se um trabalho pioneiro ao reunir uma pesquisa inédita com 88 depoimentos.

Serviço:

O RIO DE CLARICE
PASSEIO AFETIVO PELA CIDADE

Autor: Teresa Montero

Páginas: 192

Formato: 16 x 23

Acabamento: brochura

Iconografia: fotografias inéditas da cidade do Rio de Janeiro produzidas especialmente para este volume por Daniel Ramalho; fotos de época de Clarice Lispector, família e amigos no Rio gentilmente cedidas pelo Arquivo-Museu de Literatura Brasileira da Fundação Casa de Rui Barbosa.

ISBN: 978-85-513-0412-9

Editora: Autêntica

Grupo Autêntica www.grupoautentica.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário