terça-feira, 22 de setembro de 2020

ARTISTAS FRANCESAS MAME-DIARRA NIANG E JOHANNA TORDJMAN SÃO AS NOVAS REPRESENTADAS PELA GALERIA LUME



As artistas francesas Mame-Diarra Niang e Johanna Tordjman são as novas integrantes do corpo de artistas representado pela Galeria Lume.

Mame-Diarra, nascida em 1982, em Lyon, é um autora de uma obra multimídia, desdobrada por meio de suportes como a fotografia, o vídeo e a performance. Criada entre a Costa do Marfim, Senegal e seu país de origem, a França, ela explora a temática da "plasticidade do território" em suas criações. Participou da 33ª Bienal de São Paulo e da 11ª Bienal do Mercosul em Porto Alegre, ambos em 2018, e, recentemente, conduziu uma residência intitulada "Black Hole", em Joanesburgo. Seu trabalho já foi exibido em diversos espaços culturais e instituições da Europa e em galerias de Nova York.

Nascida na década de 1990, Johanna Tordjman cresceu nos subúrbios de Paris. Sua obra carrega as emoções de uma sociedade em busca da reconstrução na era das selfies. Sua ambição criativa é juntar os fragmentos da humanidade, por meio da representação da diversidade, desmistificando as linhas que separam as pessoas invisíveis das mais visíveis.

A artista teve seu trabalho exposto em mostras durante o Art Basel Miami, Art Basel Hong Kong e Art Basel Suisse em 2017. Durante 2018 e 2019 expôs em distintas galerias em Paris. Johanna também foi apontada como uma artistas com menos de 30 anos que mudará a França, pela edição de 2019 francesa da Vanity Fair.

Sobre a Galeria Lume

Fundada em 2011, a Lume busca promover e incentivar o desenvolvimento de processos criativos contemporâneos ao lado de seus artistas e curadores convidados.

Liderada por Paulo Kassab Jr. e Victoria Zuffo, a galeria dedica-se a romper fronteiras entre diferentes linguagens artísticas, operando através de um modelo arrojado e único que reforça o papel da cidade de São Paulo como centro cultural e centro de efervescência criativa. Representa um seleto grupo de artistas, estabelecidos e emergentes, dedicados à introdução do pensamento artístico em todos as suas vertentes por meio de um programa de exposições plural, associado a idéias que inspiram e promovem reflexões críticas sobre o contemporâneo mundo. Lume também é focada no diálogo entre a produção de seus artistas e museus, instituições e coleções de arte relevantes.

Fonte/Fotos-reprodução-divulgação: Legenda: *Johanna Tordjman - *Mame-Diarra Niang 


Nenhum comentário:

Postar um comentário